03:52 19 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Venezuelanos em Roraima

    Temer oferece Garantia da Lei e da Ordem para Roraima

    Schneyder Mendoza/AFP
    Américas
    URL curta
    0 22

    Durante o final de semana ataques a venezuelanos foram registrados na região da fronteira entre Brasil e Venezuela, em Roraima, fazendo com que milhares deles voltassem ao país de origem. Após reunião, governo ofereceu Garantia da Lei e da Ordem (GLO) ao estado.

    No sábado (18), os moradores de Pacaraima, em Roraima, atacaram venezuelanos, destruindo barracas e ateando fogo em abrigos. O ataque seria uma resposta a um assalto supostamente cometido por venezuelanos contra um comerciante brasileiro, que permanece internado em estado de saúde estável.

    O presidente Michel Temer realizou reunião de emergência e determinou ações na região. Entre as medidas definidas está a intensificação do envio de venezuelanos para outros estados do país, no entanto, ainda sem cronograma. Além disso, um abrigo de transição será construído em Roraima, onde atualmente vivem 4 mil venezuelanos.

    O presidente Michel Temer também ofereceu o emprego de militares na região através do uso da Garantia da Lei e da Ordem, o que ainda depende da governadora do estado, Suely Campo (PP-RR). A governadora já pediu, inclusive, o fechamento da fronteira, o que foi negado pelo Supremo Tribunal Federal.

    A chancelaria da Venezuela se pronunciou pedindo que o governo brasileiro garanta a segurança dos cidadãos venezuelanos.

    Este ano, entre abril e julho, 690 venezuelanos foram levados de Roraima a outras cidades do país, a maioria para São Paulo e Manaus.

    Tags:
    crise na venezuela, refugiados venezuelanos, Supremo Tribunal Federal (STF), Michel Temer, Manaus, Venezuela, São Paulo, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik