13:56 28 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    0185
    Nos siga no

    O senador norte-americano Chris Murphy disse em um comunicado nesta sexta-feira (10) que o aumento das tensões entre os Estados Unidos e a Turquia após as tarifas de alumínio e aço serem dobradas pode colocar as tropas americanas em risco na Síria ou prejudicar a unidade da OTAN.

    "Há muitas variáveis a serem consideradas nesta tensa escalada com a Turquia. (1) tropas dos EUA em risco na Síria se o relacionamento EUA / Turquia acabar; (2) se Erdogan cair inesperadamente, o caos na Turquia é catastrófico para região; (3) Poderia empurrar outro aliado da OTAN para mais perto da Rússia", disse Murphy em uma postagem no Twitter.

    ​Mais cedo nesta sexta-feira (10), o presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou que aumentaria as tarifas sobre o alumínio e o aço turcos para 20% e 50%, respectivamente.

    Trump acrescentou que as relações entre a Turquia e os Estados Unidos "não são boas neste momento".

    Na quarta-feira (8), os Estados Unidos anunciaram que imporão sanções contra o ministro da Justiça turco, Abdulhamit Gul, e o ministro do Interior, Suleyman Soylu, por supostamente terem "papeis de liderança" na prisão do pastor Andrew Brunson, assim como outras questões relacionadas a violações de direitos humanos.

    A Turquia encarcerou Brunson há dois anos por seus supostos laços com o movimento fundado pelo clérigo islâmico Fethullah Gülen, a quem Ancara acusou de orquestrar o golpe militar no país em 2016, que fracassou. No final de julho, Brunson foi libertado de uma prisão turca e colocado em prisão domiciliar.

    Mais:

    Turquia está reforçando 'cruzada' contra o dólar
    Turquia continuará comprando gás iraniano apesar das sanções dos EUA
    Será que Turquia e EUA estão caminhando rumo à ruptura das relações?
    EUA, Irã ou Turquia: quem ganhará batalha final pela Síria?
    Tags:
    Ancara, Turquia, EUA, Estados Unidos, Síria, Recep Tayyip Erdogan, Donald Trump, Andrew Brunson, Suleyman Soylu, Muhammed Fethullah Gülen, OTAN, tarifas, guerra comercial, tensão diplomática
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar