13:43 17 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Caça norte-americano F-35 Lightning II

    Congresso americano bloqueia venda de caças F-35 à Turquia por causa dos S-400 russos

    CC0
    Américas
    URL curta
    1274

    O Congresso dos EUA suspendeu os fornecimentos de caças F-35 à Turquia devido a suas intenções de adquirir sistemas de defesa aérea russos S-400 Triumph, relatou o jornal The Washington Post.

    Ambas as câmaras do Congresso aprovaram a emenda respetiva, que foi introduzida na última versão do orçamento militar dos EUA para 2019, diz o jornal

    A decisão definitiva sobre a entrega dos caças será tomada logo que o Pentágono analise as consequências do não fornecimento.

    Segundo escreve o The Hill, no prazo de 90 dias, o Pentágono deverá apresentar ao Congresso um relatório sobre como a suspensão do fornecimento dos F-35 à Turquia afetará as relações entre Washington e Ancara.

    Vale destacar que o passo do Congresso contradiz a posição do chefe do Pentágono, James Mattis, que apelou a que os congressistas não bloqueassem a venda destes aviões a Ancara.

    Em dezembro de 2017, a Rússia e a Turquia firmaram um acordo de fornecimento de sistemas de defesa antiaérea russos S-400. Washington, por sua parte, ameaçou impor sanções contra a Turquia e pressionou Ancara com o bloqueio da venda de seus caças de 5ª geração F-35.

    Os Estados Unidos e representantes da OTAN, da qual a Turquia faz parte, expressaram preocupações quanto à compatibilidade das armas de produção russa com seus sistemas de defesa, afirmando ainda que tal pode dar à Rússia acesso às tecnologias do F-35, caso o avião seja sincronizado com o S-400.

    Mais:

    'Base para defesa': especialista comenta fornecimento dos S-400 ao exército
    EUA estariam tentando vender seus Patriot à Turquia para impedir compra de S-400 russos?
    Tags:
    bloqueio, fornecimento, venda, F-35, S-400, Pentágono, Congresso dos EUA, James Mattis, Turquia, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik