07:06 10 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    0 20
    Nos siga no

    Mikhail Fedotov, presidente do Conselho Presidencial Russo para a Sociedade Civil e Direitos Humanos, pediu à líder da Comissão de Direitos Civis dos Estados Unidos, Catherine Lhamon, que fizesse esforços para proteger os direitos e liberdades da cidadã russa Maria Butina, presa nos Estados Unidos.

    A pedido de Mikhail Fedotov foi divulgado através de uma carta publicada neste sábado (21).

    "O Conselho está profundamente preocupado com a situação em torno da jovem russa. Peço-lhe, querida senhora Lhamon, que leve em conta nossas preocupações e faça todos os esforços necessários para proteger os direitos humanos e liberdades fundamentais da cidadã russa Maria Butina", disse Fedotov em uma carta, conforme citado no site do Conselho.

    Butina está presa em Washington desde domingo (15) sob a acusação de atuar como agente de um governo estrangeiro, uma acusação que ela negou.

    Ela foi colocada sob custódia por supostamente apresentar risco de fuga e pode pegar até cinco anos de prisão.

    Mais:

    Diplomatas obtêm permissão para visitar estudante russa acusada de conspiração
    Guerra comercial dos EUA pode diminuir PIB Global, diz FMI
    Pentágono: EUA querem intensificar o diálogo com a Rússia
    EUA se tornaram os principais importadores de armas pequenas da Ucrânia
    Tags:
    direitos civis, direitos humanos, espionagem, Catherine Lhamon, Mikhail Fedotov, Maria Butina, Washington, Estados Unidos, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar