10:32 14 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    Embaixador da Rússia no Brasil, Sergei Akopov

    'Aliança tecnológica': quais são as principais áreas de cooperação de Brasília com Moscou?

    © Foto: Agência Brasil
    Américas
    URL curta
    3280

    A Sputnik falou com o embaixador da Rússia no Brasil, Sergei Akopov, sobre as relações russo-brasileiras. Na entrevista foram abordadas as esferas de cooperação entre os dois países, a importância do Brasil no mercado russo, bem como projetos conjuntos.

    Esferas de cooperação

    O embaixador ressaltou que, em primeiro lugar, a cooperação decorre na esfera política, em especial pela linha interparlamentar. No segundo lugar ficam os laços comerciais e econômicos, já que hoje em dia o Brasil é responsável por quase metade do intercâmbio comercial da Rússia com todos os países da América Latina, equivalendo a 5,5-6 bilhões de dólares (21-22 bilhões de reais).

    Além disso, nas relações econômicas e comerciais com o Brasil são desenvolvidas não só as trocas comerciais, mas também a cooperação com base na aliança tecnológica — criação de empresas conjuntas, investimentos. Cada vez mais grandes companhias russas atuam no mercado brasileiro. Se trata, por exemplo, das empresas Rosneft, Rosatom, bem como a Roscosmos, porque o Brasil é um dos poucos países no exterior onde existem estações do sistema russo de posicionamento Glonass.

    "Por enquanto, é o único país da América Latina onde está aberta e funciona uma estação para vigiar o lixo espacial", ressaltou Akopov na entrevista à Sputnik Mundo.

    Brasil no mercado russo

    O Brasil é um dos maiores exportadores de produtos agrícolas para o mercado russo. Em primeiro lugar, trata-se de carne, grandes quantidades de soja, milho, cana de açúcar. Na região de Kaliningrado existe um complexo inteiro de empresas para processar a soja brasileira.

    "Quando os países ocidentais introduziram as sanções contra a Rússia, alargaram-se as oportunidades dos países da América Latina, incluindo do Brasil, na esfera das importações. Não em termos de quantidade, mas também em relação à variedade de artigos: passamos a comprar queijos e outros produtos lácteos", explicou o embaixador.

    Projetos conjuntos

    Um dos projetos mais interessantes é o projeto Solimões no Amazonas, no qual a Rosneft russa está envolvida. Nesta zona a empresa descobriu grandes reservas de gás natural. Hoje em dia a Rosneft está explorando essas jazidas e há boas perspectivas do uso deste gás no desenvolvimento da economia brasileira, para além de ser também vantajoso para as empresas russas.

    Mais:

    Eliminados da Copa, brasileiros resolvem 'turistar' na Rússia
    Rússia alerta sobre possível colapso no preço mundial do petróleo
    O feiticeiro do Hexa é russo e já entrou na zoeira dos brasileiros em redes sociais
    Tags:
    mercado, tecnologias, intercâmbio comercial, cooperação bilateral, embaixador, Rosatom, Rosneft, Roscosmos, Sergei Akopov, Brasil, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik