19:59 18 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    La sombre del presidente electo de México, Andrés Manuel López Obrador

    México: 520 políticos e funcionários públicos assassinados durante campanha eleitoral

    © REUTERS / Marco Ugarte
    Américas
    URL curta
    230

    Durante a campanha para as eleições gerais no México, 523 políticos foram assassinados, segundo um relatório elaborado pela empresa de análise de riscos Etellekt.

    A empresa analisou o período entre 8 de setembro do ano passado e 1 de julho de 2018, o dia das eleições. No total, 152 políticos, inclusive 48 candidatos a diversos cargos, e 371 funcionários públicos de variados níveis foram mortos. 

    Ou seja, a média de assassinatos de políticos e de funcionários públicos no país foi de 1,7 ao dia.

    Já no dia 1 de julho, quando ocorreram as eleições, foram registrados 138 ataques e sete assassinatos de políticos nos 26 estados mexicanos.

    O grande vencedor do pleito foi o candidato à presidência da esquerda, Andrés Manuel López Obrador. O político deve assumir o cargo no dia 1 de dezembro. Obrador pretende alterar as formas de combate à violência, que tomou conta do país no âmbito da "guerra contra as drogas". Segundo ele, o combate deve se dar no campo social, e não da segurança.

    Mais:

    Secretário de Estado dos EUA e genro de Trump visitarão presidente eleito do México
    México não vai interferir em crises na Venezuela e Nicarágua, diz futuro chanceler
    Temer felicita novo presidente do México
    Novo presidente do México quer se manter no Nafta
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik