23:07 20 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Extração de petróleo em Krasnodar, Rússia

    Rússia alerta sobre possível colapso no preço mundial do petróleo

    © Sputnik / Viktor Filatov
    Américas
    URL curta
    2100

    O Ministério das Finanças da Rússia alertou sobre a ameaça de um novo colapso dos preços do petróleo se eles permanecerem acima dos níveis de equilíbrio de longo prazo de US$ 50-60 por barril, disse o ministério em um documento obtido pela Sputnik.

    "Em 2018, os preços do petróleo atingiram novos máximos desde 2014. Os principais fatores de crescimento dos preços foram a crise econômica e o colapso da produção de petróleo na Venezuela, bem como a intenção dos Estados Unidos de 'anular a produção de petróleo no Irã' após a saída do acordo nuclear. Apesar disso, os preços estáveis do mercado de petróleo estão abaixo dos atuais, e chegam a cerca de US$ 50 por barril, e o crescimento atual deve ser considerado temporário […]. Se os preços do petróleo continuarem acima de níveis de equilíbrio de longo prazo, o colapso dos preços se repetirá novamente", disse o documento.

    Nuvens de fumaça negra no céu em meio a confrontos entre facções rivais da Líbia em Benghazi (arquivo)
    © REUTERS / ESAM OMRAN AL-FETORI
    Os autores do documento acreditam que a situação é semelhante ao período de altas taxas sobre o petróleo entre 2011 e 2013, quando o preço de equilíbrio de longo prazo era de cerca de US$ 80-90 por barril, enquanto o preço real chegava a US$ 110.

    "Então, após um período de altos preços em 2011-2013, a OPEP iniciou uma guerra de preços contra a produção de petróleo de xisto dos EUA, e os custos marginais da produção de petróleo em todo o mundo caíram para o nível atual de US$ 50-60 por barril" disse.

    Segundo o ministério, países como Estados Unidos, Canadá, Brasil, Angola e outros países têm recursos e oportunidades suficientes para aumentar a produção de petróleo.

    Mais:

    Por discordar do governo, secretário britânico do Brexit pede demissão
    Trump deve 'desafiar' Putin durante encontro, afirma senador dos EUA
    Manifestantes fazem vigília à espera de Lula em Curitiba (VÍDEO)
    Mulher que foi exposta ao agente químico Novichok morre na cidade britânica de Amesbury
    Tags:
    preço do petróleo, OPEP, Irã, Angola, Brasil, Canadá, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik