07:53 19 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Manifestantes marcham em protesto contra o governo em Porto Príncipe (foto de arquivo).

    Haitianos cercam estadunidenses em hotel durante protesto contra aumento de combustíveis

    © REUTERS / Andres Martinez Casares
    Américas
    URL curta
    250

    Pelo menos 220 pessoas permanecem bloqueadas em um hotel na capital haitiana de Porto Príncipe, em meio a manifestações violentas contra o aumento do preço do combustível, informou a médica de emergência da HERO Client Rescue, Stacy Librandi Bourne.

    Os protestos começaram nesta semana, depois que as autoridades locais anunciaram que os preços da gasolina subiriam 38%, enquanto o diesel seria reajustado em 47% e o querosene, em 51%.

    Pelo menos três pessoas foram mortas durante as manifestações. Três voos saindo ou com destino aos Estados Unidos foram suspensos por questões de segurança.

    Bourne disse à CNN que cerca de 120 cidadãos norte-americanos continuam bloqueados no hotel Oasis, em Porto Príncipe, depois que os manifestantes tentaram incendiar o local e passar pela segurança.

    No sábado, o primeiro-ministro do Haiti, Jack Guy Lafontant, disse que o aumento do preço do combustível será interrompido temporariamente e pediu que os manifestantes se acalmem.

    A CNN citou a embaixada dos EUA no Haiti e informou que nenhum cidadão dos EUA foi ferido em manifestações até o momento.

    Tags:
    HERO Client Rescue, Embaixada dos Estados Unidos no Haiti, CNN, Stacy Librandi Bourne, Jack Guy Lafontant, Petionville, Porto Príncipe, Haiti
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik