16:58 18 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Crianças imigrantes conduzidas por funcionários em fila indiana em um cento de detenção perto da fronteira mexicana em Tornillo, Texas, EUA.

    Brasil deve usar diplomacia para repatriar crianças presas nos EUA, diz especialista

    © REUTERS / Mike Blake
    Américas
    URL curta
    202

    O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, declarou nesta terça-feira (26) a continuação política de "tolerância zero" contra a imigração ilegal para o seu país e pediu para que as pessoas "não arrisquem a vida" tentando ingressar em solo norte-americano.

     A afirmação foi feita ao lado do presidente da República Michel Temer, durante declaração conjunta no Palácio do Itamaraty, após um almoço de recepção oferecido pelo governo brasileiro.

    "Assim com os EUA respeitam suas fronteiras e soberania, peço que respeitem a nossa. Como diz o presidente Donald Trump, sem fronteiras não há país", afirmou.

    Por outro lado, o presidente Michel Temer colocou o Brasil a disposição dos Estados Unidos para ajudar no transporte de imigrantes brasileiros menores de idade detidos nos EUA a voltarem ao Brasil se as famílias concordarem.

    Para comentar as declarações, a Sputnik Brasil entrou em contato com Angela Tsatlogiannis, especialista em Direitos Humanos e Direito Internacional das Faculdades Rio Branco. Para ela, o governo brasileiro deve buscar uma saída diplomática para a crise.

    "O caminho do diálogo é muito melhor, até porque quando nós falamos de alguns temas relacionados ao direito, principalmente aos direitos humanos a gente sabe que só se consegue coisas se nós estivermos em algumas situações que trariam alguma vantagem econômica e comercial para os dois países. Infelizmente o direito internacional acaba quando o interesse econômico se aproxima", afirmou.

    Angela Tsatlogiannis, pontuou, no entanto que a volta desses imigrantes menores de idade ao Brasil depende da autorização dos pais ou de algum responsável.

    "Essa separação familiar não é permitida nem pelo nosso ordenamento jurídico, então como que nós faríamos isso? Só se houvesse autorização dos pais ou responsáveis. Sem autorização nada poderia ser feito", disse.

    A professora especialista em direitos humanos classificou a medida de deixar crianças presas e separadas dos pais como "desumana".

    "Os pais dessas crianças certamente serão deportados porque eles estão presos para aguardar o processo de deportação", completou.

    Tags:
    crianças, imigrantes, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik