06:04 20 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Manifestantes iranianos queimam representações da bandeira dos EUA durante um protesto em frente à ex-embaixada dos Estados Unidos em resposta à decisão do presidente Donald Trump de desistir do acordo nuclear e renovar as sanções a Teerã.

    Pompeo: Teerã enfrentará 'ira do mundo inteiro' se continuar desenvolvendo armas nucleares

    © AP Photo / Vahid Salemi
    Américas
    URL curta
    829

    Em entrevista concedida na sexta-feira ao jornalista Hugh Hewitt, o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, declarou que não seria do interesse de Teerã aumentar o seu programa nuclear, independentemente do futuro do acordo nuclear iraniano.

    O chefe da diplomacia estadunidense afirmou que "a ira do mundo inteiro cairá sobre eles", caso o Irã busque armas nucleares.

    Pompeo, porém, recuou no tom e declarou que não estava mencionando uma possível sobre ação militar.

    "Quando digo ira, refiro-me ao opróbrio moral e ao poder econômico que cairão sobre eles. É com isso que estou falando", enfatizou.

    A ameaça de Pompeo chega um dia depois que a República Islâmica alertou que poderá se retirar do acordo nuclear nas próximas semanas. De acordo com o vice-ministro das Relações Exteriores do Irã, Abbas Araghchi, a decisão de Teerã de sair ou permanecer no acordo dependerá do resultado das negociações com os signatários restantes na Europa, China e Rússia.

    Tags:
    Departamento de Estado dos EUA, Mike Pompeo, Abbas Araghchi, Estados Unidos, Teerã, Irã, Europa, China, Washington, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik