17:29 19 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Nacionalistas brancos carregam tochas na Universidade da Virgínia, às vésperas do evento Unite The Right em Charlottesville, Virgínia, EUA.

    Neonazista de Charlottesville consegue licença para realizar marcha próximo à Casa Branca

    © REUTERS / Alejandro Alvarez/News2Share
    Américas
    URL curta
    302

    O organizador do comício neonazista de agosto de 2017 em Charlottesville, Jason Kessler obteve licença para realizar uma marcha em Washington em "comemoração" a um ano do protesto que deixou três mortos e dezenas de feridos no estado de Virgínia.

    A permissão de Kessler para uma manifestação de "direitos civis brancos" foi aprovada na quarta-feira pelo Serviço Nacional de Parques dos EUA, a ser realizada em Lafayette Park, ao norte da Casa Branca. A permissão ainda não foi emitida, uma vez que a agência continua a coletar informações sobre o evento, segundo a WTVR. A marcha está marcada para a segunda semana de agosto.

    Kessler tentou e não obteve uma permissão para 'comemorar' o aniversário da "Unite the Right" (Unir a Direita), manifestação realizada em Charlottesville em 11 e 12 de agosto de 2017. O pedido foi indeferido pela cidade por representar perigo para a segurança pública. Kessler então processou a prefeitura de Charlottesville e o assunto continua sem solução no tribunal.

    A manifestação de Charlottesville de 2017 foi convocada sob o pretexto de protestar contra a iminente remoção de uma estátua do general confederado Robert E Lee. Centenas de jovens desfilaram pela cidade gritando slogans neonazistas como "Sangue e terra" e "os judeus não nos substituirão". 

    Uma briga entre os supremacistas brancos e um grupo de cidadãos contrários à marcha acabou resultando na morte de três pessoas: uma mulher de 32 anos, atropelada por um supremacista de 20 anos, e dois policiais. 34 pessoas ficaram feridas.

    "Este ano, temos um novo propósito", disse Kessler a uma rede de TV afiliada do canal ABC. "Vamos falar sobre o abuso dos direitos civis que aconteceu em Charlottesville, Virgínia, no ano passado".

    Tags:
    supremacistas brancos, neonazismo, ABC, WTVR, Casa Branca, Serviço Nacional de Parques dos EUA, Jason Kessler, Robert E Lee, Estados Unidos, Virgínia, Charlottesville, Washington, DC
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik