18:46 22 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    A bandeira da República Popular da China e as Estrelas e Listras dos Estados Unidos tremulam pela Avenida da Pensilvânia, perto do Capitólio dos EUA, durante a visita de Estado do presidente chinês, Hu Jintao em 18 de janeiro de 2011 (foto de arquivo).

    China diz que 'reagirá firmemente' se EUA adotarem impostos adicionais

    © REUTERS / Hyungwon Kang
    Américas
    URL curta
    250

    O presidente dos EUA, Donald Trump, ameaçou anteriormente a China com novas tarifas sobre os produtos chineses e intensificou a guerra comercial entre Washington e Pequim.

    A China respondeu dizendo que tomará medidas "qualitativas" e "quantitativas" se o governo dos EUA publicar uma lista adicional de tarifas sobre produtos chineses. A informação foi divulgada pelo Ministério do Comércio na noite desta segunda-feira (18).

    De acordo com o comunicado chinês, a China tomaria medidas abrangentes para "combater com firmeza".

    O presidente dos EUA, Donald Trump, ameaçou nesta segunda-feira impor uma tarifa de 10% sobre 200 bilhões de dólares em produtos chineses, aumentando a guerra comercial com Pequim.

    O líder norte-americano disse que a medida foi uma retaliação à decisão da China de elevar as tarifas de 50 bilhões de dólares em produtos dos Estados Unidos. 

    Mais:

    Análise: guerra comercial com China poderia provocar recessão nos EUA já em 2019
    É guerra! China anuncia retaliação contra os EUA de US$ 50 bilhões em tarifas
    Pequim: acordos comerciais da China com EUA serão anulados em resposta às novas tarifas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik