08:20 24 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Armas químicas

    EUA retomam destruição de mais de 780 mil armas químicas ultrapassadas

    © Sputnik / Ilia Pitalev
    Américas
    URL curta
    222

    O exército norte-americano retomou a destruição de armas químicas obsoletas em um depósito no Colorado, após uma paralisação de nove meses para reparos, segundo afirma a agência AP.

    As autoridades afirmaram na quarta-feira (13) a estrutura automatizada de US$ 4,5 bilhões iniciou uma retomada gradual de trabalho nesta semana. O gerente do local, Greg Mohrman, acredita que serão necesssários até 2 meses para voltar a operar com capacidade total.

    O depósito químico de Pueblo, no sul do Colorado, está destruindo 780.000 munições contendo 2.270 toneladas de mostarda líquida. Os Estados Unidos concordaram em eliminar todas as suas armas químicas sob um tratado internacional.

    A fábrica que está destruindo o arsenal do depósito químico começou a funcionar em 2016, mas teve uma série de problemas, incluindo um vazamento em um tanque de armazenamento e vibrações que ameaçavam danificar as bombas. A maioria das operações parou em setembro.

    A usina havia destruído mais de 43 mil granadas antes de pausar as atividades.

    Mais:

    Ucrânia acusa Rússia de desenvolver armas químicas para 'guerra híbrida'
    Socorro, Trump! Ex-combatente do exército ucraniano conta como Kiev usou armas químicas
    Presidente sírio refuta acusações sobre uso de armas químicas
    Paris: França atacará Síria de novo caso Damasco use armas químicas
    OPAQ quer exumar corpos em Douma para analisar suposto uso de armas químicas
    Tags:
    armas químicas, Estados Unidos, Colorado, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik