02:17 18 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Senado dos EUA em Washington

    'Sem detalhes': líder democrata critica documento assinado entre Trump e Kim Jong-un

    © flickr.com/ rj_schmidt
    Américas
    URL curta
    514

    O líder democrata no Senado norte-americano, Chuck Schumer, criticou nesta terça-feira o documento assinado em conjunto pelo presidente dos EUA, Donald Trump, e pelo líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, durante a cúpula histórica entre as partes.

    Ao discursar no Senado, Schumer disse estar preocupado com a falta de clareza da natureza do documento assinado. "O documento não tem detalhes", disse o senador.

    Ele também expressou grandes temores de que Kim Jong-un "não irá mais adiante" na questão da desnuclearização.

    O senador também afirmou que o presidente norte-americano abriu mão de fazer uma "pressão essencial" sobre a Coreia do Norte. 

    A primeira cúpula da história entre os EUA e a Coreia do Norte foi realizada nesta terça-feira (12), em Singapura.  

    Após a reunião, o presidente dos EUA, Donald Trump, disse que assinou um documento "detalhado" com a Coreia do Norte e enfatizou que o processo de desnuclearização da península coreana começaria "muito rapidamente". Kim Jong-un, por sua vez, classificou a assinatura do documento final da cúpula com Trump como um "novo começo" nas relações entre os dois países e prometeu "grandes mudanças" no futuro.

    Mais:

    Militares dos EUA não receberam instruções para suspender exercícios na Coreia do Sul
    Trump diz que acordo nuclear com Coreia do Norte não será 'mais brando' que o iraniano
    Irã questiona acordo entre EUA e Coreia do Norte: com quem você está negociando, Kim?
    Tags:
    desnuclearização, documento, democratas, cúpula, Kim Jong-un, Donald Trump, Coreia do Norte, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik