12:10 19 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    USS Cole

    Destróier Cole será 'modernizado' por até US$ 100 milhões nos EUA

    © flickr.com/ U.S. Department of Defense
    Américas
    URL curta
    231

    A Marinha dos EUA emitiu um contrato de mais de US$ 36 milhões para a modernização do Destróier de mísseis guiados Cole, informou a BAE Systems em um comunicado à imprensa nesta quarta-feira (6).

    "A BAE Systems recebeu um contrato de US$ 36,6 milhões da Marinha dos EUA para modernizar o destróier de mísseis guiados USS [United States Ship] Cole", disse o comunicado. "O Cole passará por um ano de trabalho extenso no estaleiro da empresa em Norfolk Virginia", acrescenta.

    A BAE Systems explicou que seus funcionários e subcontratados irão ancorar a embarcação de 153,9 metros de comprimento e realizar atualizações e reparos em seus cascos e sistemas de engenharia. O trabalho afetará quase todos os espaços a bordo da embarcação.

    O contrato inclui opções que, se exercidas, elevariam o valor acumulado a US$ 96,7 milhões, informou a BAE Systems.

    O trabalho no programa de modernização deve começar em julho e ser concluído um ano depois, em julho de 2019, de acordo com o comunicado.

    Em 12 de outubro de 2000, o Cole foi seriamente danificado por um bombardeio terrorista enquanto era reabastecido no porto de Aden, no Iêmen.

    Na ocasião, 16 marinheiros estadunidenses foram mortos e 39 ficaram feridos no ataque mais violento contra um navio da Marinha dos Estados Unidos desde 1987. A organização terrorista Al Qaeda* reivindicou a responsabilidade pelo ataque.

    *organização terrorista proibida em território russo.

    Mais:

    'Ninguém está acima da lei', deputado critica possível 'auto-perdão' de Trump nos EUA
    Breve história de como China se tornou membro da ONU contra vontade dos EUA
    'Será problemático para Israel e EUA se Europa aderir ao acordo iraniano'
    EUA tencionam criar coalizão árabe no norte da Síria, revela representante curdo
    Renasce 'maldição russa' para Marinha dos EUA, adverte revista norte-americana
    Tags:
    Marinha, acordo militar, Destróier, destroyer, Marinha dos EUA, BAE Systems, Al-Qaeda, Norfolk Virginia, Iêmen, Estados Unidos, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik