21:23 19 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Tela de televisão mostrando presidente norte-americano Donald Trump e líder norte-coreano Kim Jong-un em Seul, Coreia do Sul

    EUA adiam sanções contra Coreia do Norte após retomada das negociações para cúpula

    © AP Photo / Ahn Young-joon
    Américas
    URL curta
    210

    Washington decidiu adiar uma nova rodada de sanções contra Pyongyang que já estava pronta para impor, tendo em vista que a cúpula entre Donald Trump e Kim Jong-un esta de volta à agenda.

    Na última quinta-feira, a Casa Branca divulgou um comunicado de Trump informando ao líder norte-coreano que estava cancelando a reunião bilateral em Cingapura marcada para 12 de junho. No entanto, no domingo, o presidente dos EUA disse que ainda queria se encontrar com Kim de acordo com o planejado anteriormente.

    De acordo com o The Wall Street Journal, os EUA estavam prontos para impor um regime de sanções mais rigoroso nesta terça-feira, mas decidiu adiar as restrições após a decisão de Trump de reativar as negociações para a reunião com Kim Jong-un.

    As tensões na península coreana diminuíram significativamente no começo do ano, mas a situação entrou em uma nova fase de incerteza quando os Estados Unidos e a Coreia do Sul retomaram os exercícios militares conjuntos, o que Pyongyang classificou como uma provocação e uma ameaça.

    As Nações Unidas e vários estados liderados pelos Estados Unidos impuseram várias rodadas de sanções contra a Coreia do Norte após Pyongyang declarar-se uma potência nuclear em 2005 e se retirar das negociações sobre a desnuclearização quatro anos depois.

    Mais:

    'Coreia do Norte jamais vai abrir mão das armas nucleares', diz senador dos EUA
    EUA visitam Coreia do Norte para preparar encontro entre Trump e Kim
    EUA podem adotar novas sanções contra Coreia do Norte
    Tags:
    sanções, cúpula, Kim Jong-un, Donald Trump, Coreia do Norte, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik