14:15 20 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    Mike Pompeo

    Diplomatas dos EUA sofrem 'ataque acústico' na China, similar ao de Cuba

    © AFP 2018 / Jim Watson
    Américas
    URL curta
    824

    O incidente envolvendo diplomatas norte-americanos na China possui as mesmas características do "ataque acústico" ocorrido há meses em Cuba, disse o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo.

    O alto funcionário, ao depor perante o Comitê de Relações Exteriores da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, sublinhou que os efeitos sobre a saúde dos diplomatas norte-americanos afetados na China, em 22 de maio, "são muito similares e completamente consistentes com as evidências médicas" do incidente ocorrido na ilha caribenha.

    A hipótese de um "ataque acústico" e do uso de sofisticadas "armas sônicas" contra diplomatas norte-americanos surgiu depois dos relatos sobre supostos ataques à embaixada dos EUA em Havana terem vindo ao público, apesar da falta de evidências e das alegações de especialistas sobre a impossibilidade de que um artefato poder gerar sintomas descritos.

    Segundo a imprensa norte-americana, os diplomatas dos EUA reclamaram de sintomas como dores de cabeça, perda de audição, deficiências cognitivas e lesões cerebrais leves.

    Mais:

    Mistério continua: 'ataque acústico' em Cuba afetou mais de 10 diplomatas dos EUA
    Ataque acústico em Cuba: 'Dessa administração dos EUA se pode esperar qualquer coisa'
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik