14:06 21 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Cambridge Analytica

    Cambridge Analytica atacou EUA com desinformação, diz ex-diretor da empresa

    CC BY 2.0 / Thought Catalog / Cambridge Analytica
    Américas
    URL curta
    414

    A empresa britânica de consultoria em dados, Cambridge Analytica, atacou os norte-americanos com desinformação e manipulação, disse o ex-diretor de pesquisa da Cambridge Analytica, Christopher Wylie, em uma audiência no Comitê Judiciário do Senado dos Estados Unidos nesta quarta-feira (16).

    "A Cambridge Analytica procurou identificar as vulnerabilidades mentais nos eleitores e trabalhou para explorá-las, visando informações destinadas a ativar algumas das piores características das pessoas, como neuroticismo, paranóia e preconceitos raciais", afirmou Wylie., que também apontou que a empresa é "especializada em desinformação, espalhando rumores, kompromat [informações danosas] e propaganda".

    Wylie disse que a Cambridge Analytica testou slogans e imagens em 2014, muito antes da campanha do presidente Donald Trump sequer existir.

    “A empresa aprendeu que havia segmentos da população que respondiam a mensagens como 'Drenar o pântano' ou imagens de muros ou paranoia sobre o Estado profundo que não estavam necessariamente em pesquisas de caráter popular ou no discurso político predominante em que Steve Bannon [ex-assessor de Trump] estava interessado", Wylie disse.

    No final de março, a mídia afirmou que, durante a campanha presidencial dos EUA em 2016, informações pessoais de cerca de 50 milhões de usuários do Facebook haviam sido colhidas pela Cambridge Analytica sem o consentimento do site de mídia social.

    Enquanto supostamente trabalhava para várias campanhas políticas, a Cambridge Analytica coletou esses dados para desenvolver um mecanismo que pudesse prever e influenciar o comportamento dos eleitores.

    Tags:
    dados pessoais, Facebook, Cambridge Analytica, Christopher Wylie, Steve Bannon, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik