13:38 17 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    O Parque Nacional de Yellowstone

    Sinal de catástrofe? Erupções incomuns são detectadas no maior gêiser ativo do mundo

    © AFP 2018 / MARK RALSTON
    Américas
    URL curta
    4104

    O maior gêiser ativo do mundo, Steamboat, atraiu a atenção dos cientistas do parque natural de Yellowstone (EUA) após entrar em erupção três vezes nas últimas seis semanas, mostrando um comportamento incomum, informou a agência Reuters.

    A fonte termal, capaz de disparar água a uma altura de até 90 metros, ficou ativa em 15 de março passado, em 19 de abril e na última sexta-feira (27). De acordo com o Observatório Vulcanológico de Yellowstone, o fenômeno tem sido monitorado e a última vez que haviam sido registradas três erupções em um ano foi em 2003, segundo a Reuters

    As emissões de vapor e água foram menores do que as anteriores, mas as registradas neste mês libertaram 10 vezes mais líquido do que a erupção de Old Faithful, um dos gêiseres mais famosos do parque de Yellowstone. Os geólogos não identificaram a razão do fenômeno, mas supõem que possa indicar perturbações térmicas na sua bacia.

    Apesar de a última erupção registrada, anterior às três recentes, ter ocorrido em setembro de 2014, atualmente "não há nada que indique algum tipo de erupção vulcânica iminente", assegurou Michael Poland, cientistas responsável pelo observatório.

    Embora as erupções do gêiser sejam incomuns, seria muito mais preocupante se a água nos sistemas hidrotermais secasse, o que poderia indicar que o magma extremamente quente nas profundezas estaria saindo à superfície.

    Yellowstone abriga um famoso supervulcão, cuja potência pode ultrapassar 100 vezes a dos vulcões comuns. Uma das consequências mais perigosas de uma possível erupção seria o surgimento de um prolongado inverno vulcânico global.

    Mais:

    Geólogos descobrem 'fonte' de magma subterrânea debaixo de Yellowstone
    Vulcão Etna 'desliza' ao mar e cria risco de tsunamis devastadores, alertam pesquisadores
    Tags:
    erupção, gêiser, Yellowstone, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik