08:35 14 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Trump e Macron brindam sua amizade durante jantar de Estado.

    Macron: 'Trump sairá do acordo nuclear com o Irã em maio'

    © REUTERS / Carlos Barria
    Américas
    URL curta
    11319

    O presidente francês, Emmanuel Macron, confirmou acreditar que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, vai acabar com acordo nuclear do Irã, apesar das fortes sugestões dos líderes mundiais para manter o texto e buscar reformas.

    "Minha opinião — eu não sei o que seu presidente vai decidir — é que ele vai se livrar desse acordo por conta própria, por razões domésticas", disse o líder francês de 40 anos a uma multidão na Universidade George Washington.

    Macron esclareceu que a provável ação de Trump fará parte de uma "estratégia de aumento de tensão" com o Irã, cuja influência cresceu consideravelmente na região do Oriente Médio nos últimos 20 anos, apesar da presença de militares dos EUA no Catar, Iraque, Afeganistão, Síria e Bahrein.

    "Se você o ouvisse no Salão Oval, terá chegado à mesma conclusão", disse Macron, observando que se tratava de uma "promessa de campanha". "Pode funcionar no curto prazo, mas é muito insano a médio e longo prazo", completou.

    O líder francês disse que pretende chamar o presidente do Irã, Hassan Rouhani, para discutir possíveis medidas diplomáticas que possam ser tomadas.

    Embora Trump critique o acordo com o Irã por entregar grandes somas de dinheiro ao governo iraniano, líderes mundiais, generais militares aposentados e o secretário da Defesa, James Mattis, disseram que é do interesse dos Estados Unidos manter o acordo em andamento. 

    Tags:
    James Mattis, Emmanuel Macron, Donald Trump, Hassan Rouhani, Estados Unidos, Bahrein, Catar, Oriente Médio, Irã, Afeganistão, Síria, França
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik