05:43 16 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Bandeiras dos EUA e do Curdistão flutuam ao vento (Arquivo)

    EUA vão construir o maior consulado do mundo no Curdistão iraquiano

    © AP Photo / Khalid Mohammed
    Américas
    URL curta
    539

    O embaixador dos Estados Unidos no Iraque, Douglas Silliman, e o primeiro-ministro curdo, Nechirvan Barzani, comandaram a cerimônia de abertura do maior consulado dos EUA em Erbil, capital do Curdistão iraquiano.

    Até agora, os Estados Unidos alugavam prédios de moradores locais e donos de empresas no distrito de Ainkawa em Erbil para abrigar seu consulado, que abriu em fevereiro de 2007 e ganhou o status consulado geral em 2011, de acordo com a agência de notícias Rudaw.

    "O novo prédio do consulado demonstra que os Estados Unidos ficarão ao lado do povo da região do Curdistão iraquiano, enquanto constroem um futuro que será mais brilhante do que o passado", disse Silliman na cerimônia, citada pela mídia.

    O embaixador também pediu o fortalecimento das relações comerciais entre os EUA e os curdos. Barzani, por sua vez, agradeceu a Silliman e o parabenizou pela decisão de iniciar a construção.

    "Nós vemos isso como um passo significativo e valioso, e esperamos que ele seja concluído com sucesso no seu tempo", disse ele.

    Barzani também enfatizou que o desenvolvimento das relações entre os Estados Unidos e a região do Curdistão está "no âmbito das relações diplomáticas que mantém com o governo federal iraquiano".

    O custo estimado do novo edifício consular dos EUA é de US $ 600 milhões (R$2,06 bilhões). Será construído em 200.000 metros quadrados na rodovia Erbil-Shaqlawa.

    Tags:
    Rudaw, Douglas Silliman, Nechirvan Barzani, Curdistão iraquiano, Erbil, Ainkawa, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar