14:10 23 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Polícia reprime protesto na Nicarágua, abril de 2018.

    EUA acusam Nicarágua de usar 'força excessiva' contra protestos

    © AP Photo / Alfredo Zuniga
    Américas
    URL curta
    721

    Os Estados Unidos acusaram a Nicarágua de utilizar "força excessiva" contra protestos que acontecem no país e já deixaram cerca de 30 mortos.

    "Condenamos a violência e a força excessiva usada pela polícia e outros contra civis que estão exercendo seu direito constitucional à liberdade de expressão e de reunião", disse por comunicado a porta-voz do Departamento de Estado, Heather Nauert, neste domingo (22).

    O comunicado também pede um "amplo diálogo" dos setores da sociedade para "resolver o atual conflito" e liberdade de atuação para os jornalistas do país.

    Entre os mortos registrados no país da América Latina está o diretor do programa de notícias Meridiano Angel Gaona. Ele cobria ao vivo os protestos através de redes sociais.

    Desde quarta-feira, 18 de abril, a Nicarágua registra protestos contra sua reforma de previdência social.

    Mais:

    Almirante dos EUA: 'Só a guerra pode impedir que Pequim controle mar do Sul da China'
    Macron pede aos EUA e aliados que permaneçam na Síria mesmo após derrota do Daesh
    EUA apresentam navio que será equipado com laser de combate de nova geração (VÍDEO)
    Grupo de ataque dos EUA permanecerá no Mediterrâneo para 'conter a Rússia'?
    FOTO polêmica de Melania Trump no funeral da ex-primeira-dama dos EUA incendeia redes
    Tags:
    Departamento de Estado dos EUA, Heather Nauert, Nicarágua, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik