02:45 21 Abril 2018
Ouvir Rádio
    Youtube logo

    Atiradora acusava YouTube de discriminação

    © flickr.com/ Rego Korosi
    Américas
    URL curta
    403

    A polícia identificou a atiradora que abriu fogo na sede do Youtube nesta terça-feira (3) e deixou três pessoas feridas e depois se suicidou. Ela se chamava Nasim Najafi Aghdam, tinha 39 anos e era uma blogueira vegana que acusou a plataforma de vídeos de discriminá-la, de acordo com seu perfil online.

    "O departamento de polícia de San Bruno está investigando um motivo para esse ataque a tiros. Neste momento, não há evidências de que a agressora conhecia as vítimas desse ataque ou que indivíduos foram visados especificamente", disse a polícia em comunicado.

    Uma captura de tela de um vídeo publicado no canal de Nasim no YouTube antes de ser removido pela plataforma nesta terça-feira, mostra a ativista reclamando que o "YouTube filtrou meus canais para impedí-los de conseguir visualizações".

    Um homem ficou em estado grave e duas mulheres ficaram seriamente feridas no ataque nos escritórios do YouTube no Vale do Silício, ao sul de San Francisco, onde a companhia do Google, propriedade da Alphabet, emprega quase 2 mil pessoas.

    Mais:

    Tiroteio na sede do YouTube nos EUA deixa 4 feridos; suspeita de abrir fogo morreu
    Palácio do Planalto lança canal no Youtube voltado para crianças
    YouTube não encontra 'rastro russo' em referendo sobre Brexit
    Tags:
    YouTube
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik