03:34 18 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Bandeira do grupo terrorista Daesh (proibido na Rússia e em outros países)

    General estadunidense revela estratégia de Washington para combater Daesh

    © REUTERS / Ali Hashisho
    Américas
    URL curta
    905

    O general norte-americano Robert Neller, comandante do Corpo de Fuzileiros Navais dos Estados Unidos, detalhou a estratégia dos Estados Unidos quanto ao combate ao grupo terrorista Daesh.

    O vídeo do discurso do general foi publicado na página do Departamento de Defesa norte-americano.

    Falando durante uma conferência do think thank Conselho Atlântico, o general admitiu que os Estados Unidos não têm capacidades suficientes para travar um combate independente contra o Daesh (proibido na Rússia e em outros países) em toda a região (dada a crescente atividade do grupo por toda a África do Norte).

    Neller destacou que a Estratégia de Segurança Nacional norte-americana prevê a criação de alianças com outros países, enquanto Washington possui recursos para ajudar outros Estados a combaterem o terrorismo com mais eficiência.

    "O mundo é grande e, por isso, a Estratégia de Segurança Nacional diz ser necessário criar alianças e parcerias. Não temos forças suficientes para lutar independente [contra o terrorismo] e não vamos fazê-lo sozinhos. Mas podemos ajudar outros Estados para que aumentem a eficiência das próprias unidades antiterroristas e forças de segurança", afirmou o comandante.

    O general também acrescentou que atualmente os EUA estão cooperando com parceiros franceses, britânicos e italianos para melhorar as capacidades de combate ao terrorismo na Nigéria, países da África Ocidental e outros.

    Explicando a ajuda a outros Estados, Neller disse que "as Forças Armadas dos EUA finalmente deverão deixar a região" e terão que ser as próprias forças locais a lutar contra os terroristas.

    Anteriormente, fora informado que os Estados Unidos destinarão 60 milhões de dólares para o combate ao terrorismo na região africana de Sahel.

    A área de Sahel é uma faixa ao sul do deserto do Saara, e ao norte das savanas do Sudão, que se estende por mais de 5 mil quilômetros entre o oceano Atlântico e o mar Vermelho. A região atravessa os seguintes países: Gâmbia, Senegal, sul da Mauritânia, centro do Mali, Burkina Faso, sul da Argélia e do Níger, norte da Nigéria e dos Camarões, parte central do Chade, sul do Sudão, norte do Sudão do Sul e a Eritreia.

    Mais:

    Será que 'peste negra' foi trazida ao Iraque e Síria por jihadistas mesmo?
    Daesh surge pela primeira vez na província afegã do Nuristão e ataca policiais
    Tags:
    combate ao terrorismo, Corpo de Fuzileiros Navais dos Estados Unidos, Daesh, Sahel, África, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik