07:43 22 Abril 2018
Ouvir Rádio
    Presidente de Cuba, Raul Castro (à esquerda) e o Ministro das Relações Exteriores de Cuba, Bruno Rodriguez Parrilla (à direita).

    Estabilidade internacional em risco: Cuba critica expulsões de diplomatas russos

    © AFP 2018 / MANDEL NGAN
    Américas
    URL curta
    5143

    Nesta quarta feira (28), o Ministério das Relações Exteriores de Cuba expressou preocupação com a estabilidade internacional após dezenas de países ocidentais expulsarem diplomatas russos.

    As expulsões aconteceram após alegações de que a Rússia seria reponsável pelo ataque com agente nervoso que vitimou Serguei e Yulia Skripal na cidade inglesa de Salisbury.

    "Cuba acredita que a cooperação deve prevalecer sobre o confronto e rejeita o uso de medidas unilaterais que solapam a estabilidade internacional", disse nesta quarta-feira (28) o Ministério das Relações Exteriores cubano.

    O ministério cubano argumentou que as alegações do Reino Unido de que a Rússia desempenhou um papel no envenenamento de 4 de março de um ex-espião russo e sua filha não se basearam em uma investigação imparcial e foram contrárias ao espírito da Carta da ONU.

    Desde a segunda-feira (26), pelo menos 17 países da União Europeia, além de EUA, Canadá, Albânia, Ucrânia, Noruega, Macedônia e Austrália, anunciaram a expulsão de diplomatas russos em retaliação ao suposto envolvimento de Moscou no caso Skripal.

    A Rússia tem negado essas acusações e acredita que são infundadas. O Kremlin também já manifestou o desejo de participar das investigações. O pedido de Moscou de amostras da substância química utilizada para envenenar Skripal foi negado.

    Mais:

    Nova Zelândia pode proibir russos de entrar no país devido ao caso Skripal
    Polícia britânica diz que Skripal pode ter sido envenenado dentro de casa
    EUA reconhecem não ter provas da responsabilidade russa no caso Skripal
    Vice-chanceler acusa Reino Unido de mentir sobre caso Skripal
    Tags:
    tensão diplomática, ONU, Yulia Skripal, Sergei Skripal, Havana, Moscou, Austrália, Macedônia, Noruega, Ucrânia, Albânia, Canadá, Estados Unidos, EUA, Salisbury, Cuba
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik