20:56 13 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    O ex-embaixador dos EUA nas Nações Unidas, John Bolton, fala em um telefone celular antes de uma reunião com o presidente eleito dos EUA, Donald Trump, na Trump Tower, em Nova York, EUA, 2 de dezembro de 2016

    Jimmy Carter classifica a indicação de Bolton como 'o pior erro' já cometido por Trump

    © REUTERS / Mike Segar/File Photo
    Américas
    URL curta
    370

    O anúncio de que John Bolton substituiria Herbert McMaster como novo assessor de segurança nacional de Donald Trump foi duramente criticado pelo ex-presidente dos EUA, Jimmy Carter.

    "Talvez um dos piores erros que o presidente Trump cometeu desde que esteve no cargo é a indicação de John Bolton, que vem defendendo uma guerra com a Coreia do Norte há muito tempo e até mesmo um ataque ao Irã, e que foi um dos as principais figuras em orquestrar a decisão de invadir o Iraque", disse Jimmy Carter em entrevista exclusiva ao USA Today.

    O ex-presidente dos EUA, de 93 anos, descreveu a indicação de Bolton como "um desastre" para seu país.

    A renúncia de McMaster foi anunciada por Trump na quinta-feira passada, por meio de um post no Twitter. Na publicação, o presidente agradeceu McMaster por seu "serviço".

    A nomeação de Bolton, que deve entrar em funções em 9 de abril, antecedeu a reunião planejada entre Trump e o líder norte-coreano Kim Jong-un, marcada para maio. O ex-embaixador dos EUA na ONU, Bolton é particularmente conhecido por sua postura agressiva em relação à Rússia, Coreia do Norte e Irã.

    Tags:
    ONU, Herbert McMaster, Donald Trump, Jimmy Carter, Kim Jong-un, Estados Unidos, Coreia do Norte, Irã, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik