17:04 22 Abril 2018
Ouvir Rádio
    Recrutas das unidades Navy SEALs da Marinha norte-americana, Califórnia, EUA

    Tropas de elite dos EUA podem vir a ganhar motos furtivas para operações secretas? (FOTO)

    © AP Photo/ Denis Poroy
    Américas
    URL curta
    151

    Militares norte-americanos estão se preparando para equipar suas tropas de elite, tais como Navy SEALs e Boinas Verdes, com motos trail (trilha) tão silenciosas como "uma conversa a portas fechadas", de acordo com o portal We Are Mighty.

    Em especial, a Agência de Projetos de Pesquisa Avançada de Defesa (DARPA, na sigla em inglês) está ponderando uso de motos trail em operações especiais. As motocicletas, Silent Hawk e Nightmare, são veículos híbridos capazes de funcionar com bateria de íon de lítio e com outros fornecedores de energia, incluindo combustível para jatos JP-8, propano e até mesmo azeite de oliva, informa o We Are Mighty.

    Seus motores funcionam com qualquer combustível. "Se for gasolina, escolha opção gasolina ou qualquer outra. A moto vai descobrir", disse em entrevista à revista Defense One o engenheiro Alex Dzwill. Quando perguntaram se os motores podem funcionar com azeite de oliva, ele respondeu ser teoricamente possível.

    A DAPRA lançou concurso de motos furtivas em 2014. Funcionários da companhia Logos, produtora da Silent Hawk, declararam que a Marinha, Exército e Forças Especiais dos EUA, bem como militares estrangeiros, estão interessados no desenvolvimento do veículo de duas rodas.

    AUSA 2017: moto Silenthawk se movendo (vídeo)

    A potência e impacto de motos trail como meio para envio de mensagens em combates de longa escala não devem ser subestimados. Durante a simulação 2002 Millennium Challenge Exercise (Exercício do Desafio do Milênio 2002), um general da Marinha dos EUA conseguiu "destruir" um grupo inteiro de navios de combate norte-americanos com a codificação de mensagens em brochuras de orações e enviando ordens por motociclistas.

    Quando a Força Azul (aliadas dos EUA) venceu a Força Vermelha (o exército de um país do Oriente Médio, supostamente do Irã), a Marinha previu que depois de a Força Vermelha perder suas torres de micro-ondas e redes de fibra ótica, a Força Azul ia passar a vigiar seus celulares e canais de comunicação via satélite. Para prevenir que a Força Azul descobrisse seus planos, o general norte-americano Van Riper enviava ordens aos oficiais por motociclistas com mensagens codificadas em orações.

    "Tudo acabou em cinco ou, talvez, 10 minutos", disse Van Riper ao jornalista Malcolm Gladwell no início dos anos 2000.

    Mais:

    Imagens fortes: exército dos EUA sofre as maiores perdas em 25 anos na África (VÍDEO)
    Mídia revela 'problema sério' no exército estadunidense
    Obesidade dos militares pode frustrar planos de Trump
    Tags:
    operação secreta, combustível, soldado, militar, motos, Marinha, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik