12:09 10 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Manifestantes tremulam um bandeirão da Venezuela em manifestação contra o presidente dos EUA, Donald Trump, em Caracas, Venezuela (agosto de 2017)

    Venezuela realiza exercícios militares anti-imperialistas com a participação de civis

    © REUTERS / Ueslei Marcelino
    Américas
    URL curta
    16113

    O exercício militar de ação defensiva multidimensional na Venezuela contará com a participação dos quatro braços das Forças Armadas do país sul-americano. Espera-se a participação de mais de um milhão de pessoas.

    De acordo com as informações fornecidas pelo Ministério Popular de Comunicação e Informação do Governo da Venezuela, as Forças Armadas Nacionais Bolivarianas (FANB) realizarão exercícios de ação defensiva multidimensionais no Dia da Independência neste fim de semana.

    Os exercícios incluirão a população civil em todo o país com enfoque em Estratégia, Operação e Tática. O general em chefe Vladimir Padrino López, participou de uma coletiva de imprensa na terça-feira, na qual confirmou a participação de mais de um milhão de pessoas.

    Nas palavras do Padrino López, "a Venezuela está sob uma ameaça imperialista…sem precedentes na história".

    Em janeiro de 2017, o FANB realizou o Exercício de ação integral anti-imperialista Zamora 200 para verificar a participação civil e militar no país em termos de defesa integral.

    "É um exercício anti-imperialista de ação abrangente para preparar as pessoas para a defesa da Nação", disse Remigio Ceballos, segundo comandante do Comando Estratégico Operacional (CEO) das FANB.

    Mais:

    Oposição diz que não vai participar do 'show de Maduro' com eleições na Venezuela
    Venezuela lança moeda virtual garantida por petróleo em meio a sanções dos EUA
    Analista: temos que estar preparados para uma intervenção militar na Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik