04:54 19 Fevereiro 2018
Ouvir Rádio
    Donald Trump e Stormy Daniels

    Atriz pornô Stormy Daniels agora está livre para falar tudo sobre Trump

    © AFP 2018/ MANDEL NGAN, Ethan Miller / AFP
    Américas
    URL curta
    722

    A estrela pornô Stephanie Clifford, conhecida por seus seguidores como Stormy Daniels, agora pode dizer toda a verdade graças à confissão do advogado pessoal do presidente estadunidense Donald Trump.

    Considerando o fato que o advogado de Donald Trump admitiu o pagamento que ele fez, Clifford afirmou que agora está livre para dizer tudo o que queria sobre sua suposta aventura com o atual presidente dos EUA, informa a mídia estadunidense.

    Na terça-feira (13) o advogado de Trump, Michael Cohen, confirmou que um mês antes das eleições presidenciais de 2016 nos EUA, o presidente pagou de seu próprio bolso US$ 130 mil (R$ 425 mil) para Daniels.

    Ao mesmo tempo, o representante da atriz de filmes adultos sublinhou que a confissão de Cohen significa que seu acordo de não divulgação foi invalidado.

    Anteriormente em janeiro, a ex-atriz e o advogado negaram o relatório publicado no The Wall Street Journal (WSJ). Segundo o jornal, a celebridade pornô teria recebido 130 milhões de dólares (R$ 414 milhões) para não se pronunciar sobre o alegado encontro sexual com o atual presidente em 2006.

    Em 2011, Stormy Daniels em entrevista à revista InTouch, descreveu detalhadamente seu caso com Donald Trump.

    O WSJ também se refere a um fato semelhante, mas com uma ex-modelo da Playboy que teria recebido 150 milhões de dólares (R$ 478 milhões) para não revelar seu caso com Trump.

    Mais:

    Wall Street Journal: Trump pagou US$130 mil a atriz pornô para abafar caso extraconjugal
    Diretor executivo de criptomoeda pornô foge com milhões de dólares de investidores
    Tags:
    estrela pornô, advogado, atriz, presidente, pagamento, Eleições dos EUA 2016, Stephanie Clifford, Stormy Daniels, Donald Trump, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik