11:29 23 Fevereiro 2018
Ouvir Rádio
    Hacker

    Hacker russo é condenado a 12 anos de prisão nos EUA

    © Foto: Pixabay
    Américas
    URL curta
    139

    Um tribunal federal em Nova Jersey condenou um cidadão russo, Vladimir Drinkman, a 12 anos de prisão por crimes cibernéticos que causaram prejuízos milionários.

    'Quem Quer Ser Um Hacker Russo?'
    © Sputnik/ Vitaly Podvitsky
    Drinkman foi acusado de liderar em um esquema mundial de invasão e violação de dados que resultou em mais de US $ 300 milhões em perdas para pessoas e empresas nos Estados Unidos. Os advogados do russo ainda não decidiram se vão entrar com recurso contra a sentença anunciada nesta quarta.

    "Neste ponto, estamos inseguros", disse o advogado Michael Riley na quarta-feira. "Ele tem 14 dias [para entrar com o recurso]. Então, temos algum tempo para verificar com ele".

    Drinkman usava um macacão de prisão verde. Ele foi levado para o tribunal algemado. A esposa do hacker estava presente na sala. Após declarações iniciais, o tribunal continuou a audiência a portas fechadas, citando a necessidade de confidencialidade devido ao "material de sentença muito sensível".

    Em 2015, Drinkman, com 34 anos na época, declarou-se culpado dos crimes aos quais foi julgado hoje. A sentença de outro suspeito russo no caso, Dmitriy Smilianets, deverá ocorrer no mesmo tribunal. De acordo com os procuradores dos EUA, Drinkman será deportado para a Rússia depois de cumprir sua sentença.

    Tags:
    hacker, ataque cibernético, Dmitriy Smilianets, Vladimir Drinkman, Jerome Simandle, Michael Riley, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik