08:04 19 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Cientistas chineses

    FBI acusa 'agentes-cientistas' chineses de abalarem liderança dos EUA no mundo

    © AFP 2018/ STR / AFP
    Américas
    URL curta
    22190

    China está exercendo todos os esforços para abalar as posições-chaves dos EUA na arena mundial, inclusive através do uso de seus avanços tecnológicos, avisa o diretor norte-americano do FBI, Christopher Wray.

    "Detectamos o uso de coletores de informações não tradicionais — professores, cientistas e estudantes — em meios acadêmicos em todo o país. Isso não acontece apenas em grandes cidades, mas também em pequenas povoações. Praticamente em todo campo científico", declarou o chefe do FBI citado pelo jornal The Washington Examiner.

    Segundo indica Wray, os "agentes-cientistas" chineses aproveitam o caráter aberto e "ingênuo" da comunidade científica para recolher dados necessários.

    "Isso ameaça não somente o Estado norte-americano, mas toda a comunidade [internacional] que não deve continuar indiferente à situação".

    Anteriormente, o senador norte-americano Marco Rubio também afirmou que a China representa uma ameaça sem precedentes para os EUA.

    "Estou seguro que durante 240 anos de história que possui nosso país, não encontramos concorrente e adversário potencial dessa magnitude e poder".

    Em 19 de janeiro, o Pentágono publicou a nova Estratégia de Segurança Nacional dos EUA. Entre outros assuntos, o documento classifica a Rússia e China como ameaças de segurança para os EUA, expondo uma concorrência estratégica de longo prazo com Pequim e Moscou.

    Mais:

    Сomo países asiáticos estão frustrando planos militares dos EUA no mar do Sul da China?
    Além da Rússia e China, quem mais pode concorrer com EUA?
    Trump qualifica China e Rússia como rivais que desafiam os interesses dos EUA
    China busca aumentar seu poder nuclear para evitar 'bullying' dos EUA
    Quais são as armas da China na guerra comercial contra EUA?
    Tags:
    agentes, liderança, cientistas, ameaça, FBI, Christopher Wray, Marco Rubio, China, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik