15:45 22 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Prédio do Congresso dos EUA em Washington

    Neonazista americano concorre por vaga a congressista pelo Partido Republicano

    © AP Photo / Ted S. Warren
    Américas
    URL curta
    346

    Negador do holocausto e supremacista branco declarado Arthur Jones está concorrendo às eleições primárias Republicanas de Illinois para uma vaga no Congresso dos EUA.

    Supremacistas brancos carregam tochas durante marcha neonazista na Virgínia, nos Estados Unidos
    © REUTERS / Alejandro Alvarez/News2Share
    Jones disse recentemente ao The Atlantic que não gosta de se classificar como nazista, mas como "racialista branco". Ele também declarou que pessoas de pele branca são mais inteligentes que negros e latinos.

    "Eu vou trabalhar com o [Ku Klux] Klan, com os socialistas — eu exclui os comunistas, é claro — qualquer organização patriótica que esteja de acordo com minhas crenças e princípios", disse Jones, que já tentou concorrer ao Congresso cinco vezes desde 1998.

    Ex-agente de seguro de saúde, Jones já foi membro do Partido Nacional Socialista dos Povos Brancos, anteriormente conhecido como o Partido Nazista Americano, por quase oito anos. Ele também foi membro do Comitê "America First".

    Ainda em entrevista ao The Atlantic, Jones se declarou decepcionado pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ter nomeado tantas pessoas da fé judaica em seu gabinete.

    Se eleito, Jones disse que vai lutar pelo término da guerra dos Estados Unidos no Oriente Médio "porque apenas beneficia Israel". Seu site também defende a proibição do casamento homossexual e do aborto. 

    O portal também inclui imagens do que ele afirma serem documentos alegando que o Holocausto, que matou mais de seis milhões de judeus europeus durante a Segunda Guerra Mundial, é um engano.

    Reação

    A Liga Anti-Difamação refere-se a Jones como um "neonazi de longa data". O Partido Republicano do estado também condenou a decisão de Jones de concorrer ao Congresso.

    "O Partido Republicano de Illinois e nosso país não têm lugar para nazistas como Arthur Jones", disse o presidente estadual dos republicanos, Tim Schneider, em um comunicado. "Nós nos opomos firmemente às suas opiniões racistas e à sua candidatura para qualquer cargo público, incluindo ao do 3º Distrito do Congresso".

    Tags:
    Segunda Guerra Mundial, Holocausto, Congresso dos EUA, Partido Nazista Americano, Partido Nacional Socialista dos Povos Brancos, Republicanos, The Atlantic, Ku Klux Klan, Tim Schneider, Arthur Jones, Illinois
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik