16:41 22 Abril 2018
Ouvir Rádio
    Chefe do Pentágono, James Mattis

    Mattis alerta: Rússia, China e Coreia do Norte tiveram desenvolvimento nuclear em 8 anos

    © AP Photo / Jacquelyn Martin
    Américas
    URL curta
    549

    O secretário de Defesa dos Estados Unidos, James Mattis, alertou que os Estados Unidos estiveram ausentes quando o assunto é o desenvolvimento de armas nucleares nos últimos anos, ao contrário de países como Rússia, China e Coreia do Norte.

    "O desenvolvimento de sistemas de fornecimento nuclear nos últimos oito anos mostra vários avanços da Rússia, China e Coreia do Norte em relação à quase ausência de tal atividade da parte dos Estados Unidos", disse o secretário, em audiência junto ao Congresso.

    Mattis explorou ainda mais o tema, afirmando que "concorrentes e adversários" desenvolveram "34 novos sistemas" de cunho nuclear, "em comparação com apenas um para os EUA — o avião F-35", revelou.

    Na audiência, o secretário de Defesa dos EUA reafirmou a necessidade de mais repasses financeiros para as Forças Armadas do país, algo que foi enfatizado várias vezes pelo presidente estadunidense Donald Trump.

    "Em um mundo inundado de mudanças e ameaças crescentes, não há espaço para complacência […]. Sem apropriações sustentadas e previsíveis, minha presença aqui hoje desperdiça seu tempo", continuou Mattis, acrescentando: "nenhuma estratégia pode sobreviver sem o financiamento necessário".

    O Congresso dos EUA aprovou a Lei de Autorização de Defesa Nacional de US$ 700 bilhões em dezembro do ano passado, mas um orçamento real para o ano fiscal de 2018 não foi adotado, tornando as Forças Armadas e o resto do governo dependentes de resoluções contínuas.

    Mais:

    Tropas estão prontas diante das 'nuvens de tempestade' que atingem as Coreias, diz Mattis
    Ex-chefe do Pentágono: Mattis não conseguirá impedir Trump de realizar um ataque nuclear
    Rússia e China desafiam o domínio militar dos EUA, diz secretário Mattis
    Tags:
    segurança, defesa, desenvolvimento nuclear, programa nuclear, F-35, Congresso dos EUA, Pentágono, Donald Trump, James Mattis, Coreia do Norte, China, Rússia, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik