13:38 23 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Henrique Capriles, líder da oposição venezuelana

    Nada feito: oposição venezuelana desmente acordo com o governo Maduro

    © REUTERS / Marco Bello
    Américas
    URL curta
    602

    A coalizão da oposição venezuelana Mesa da Unidade Democrática (MUD) afirmou nesta terça-feira que ainda não há acordo com o governo do presidente Nicolás Maduro, no âmbito das negociações que estão ocorrendo na República Dominicana e pediu à população que não acredite em rumores.

    "O Escritório da Unidade quer esclarecer ao país que até agora não há acordo com o governo […]. Pedimos ao país que não caia em rumores ou manipulação daqueles que sempre mentiram", escreveu a coligação em quatro mensagens publicadas em sua conta do Twitter.

    Essa reação ocorreu depois que o chefe da delegação pró-governo, Jorge Rodríguez, assegurou à imprensa em Santo Domingo que o acordo estava pronto e que ele estava pronto para ser assinado na noite de terça-feira.

    "Ontem [segunda-feira], até tarde da noite conseguimos chegar a um acordo definitivo com a oposição venezuelana, e chegamos aqui para cumprir as formalidades que estabelecemos, que seja qual for o acordo, bem, nós o assinamos na República Dominicana", disse Rodriguez.

    A MUD disse que continua "lutando para alcançar os direitos que todos os venezuelanos estão esperando" e pediu a confiança dos seus seguidores.

    Ele também reiterou que, nesta reunião, eles reiterarão suas quatro demandas: "eleições livres, canal humanitário, resgate dos poderes da AN (Assembleia Nacional, Parlamento unicameral hoje ofuscado pela Assembleia Nacional Constituinte) e a libertação de todos os prisioneiros políticos".

    A delegação da oposição chegou ao Ministério de Relações Exteriores dominicano após as 18h horas (horário local) e não ofereceu declarações à imprensa.

    Na reunião de terça-feira, participaram do presidente do país anfitrião, Danilo Medina, o ministro de Relações Exteriores, Miguel Vargas, e o ex-presidente do governo espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero (2004-2011).

    Mais:

    Após crítica dos EUA, China destaca seu papel na assistência à Venezuela
    Caracas diz que EUA querem persuadir países latino-americanos a intervirem na Venezuela
    Tillerson insinua que 'militares' podem ser 'agente da mudança' na Venezuela
    Tags:
    política, acordo, oposição, eleições venezuelanas, crise na venezuela, Mesa da Unidade Democrática (MUD), José Luis Rodríguez Zapatero, Danilo Medina, Miguel Vargas, Jorge Rodriguez, Nicolás Maduro, República Dominicana, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik