02:01 19 Janeiro 2018
Ouvir Rádio
    Presidente dos EUA, Donald Trump, falando com jornalistas na Casa Branca, Washington

    'Provavelmente, tenho boas relações com Kim Jong-un'

    © REUTERS/ Jonathan Ernst
    Américas
    URL curta
    1035

    O presidente norte-americano, Donald Trump, falou sobre suas boas relações com o líder norte-coreano, Kim Jong-un.

    "Provavelmente, tenho boas relações com Kim Jong-un. Eu apoio relação com pessoas", declarou Trump em entrevista ao Wall Street Journal, admitindo que isso possa causar espanto.

    Durante entrevista, Trump se recusou a responder sobre se já conversou alguma vez com o líder norte-coreano.

    O chefe da Casa Branca também saudou a decisão de Pyongyang de participar dos Jogos Olímpicos de Inverno em Pyeongchang, e, ao mesmo tempo, não excluiu que Kim Jong-un queira confusão com Washington e Seul.

    "Se eu estivesse no lugar deles, faria a mesma coisa", notou o chefe da Casa Branca.

    Anteriormente, Trump declarou estar pronto para conversar com Kim Jong-un, mas deu a entender que tal diálogo seria realizado em certas condições.

    "[Kim Jong-un] sabe que não estou brincando. Nem um pouco, nem um por cento. Ele entende isso. Ao mesmo tempo, se atingíssemos uma resolução pacífica e boa, na qual estamos trabalhando com muitas pessoas […] Se as negociações [com Pyongyang] dessem algum fruto, seria perfeito para toda a humanidade, para todo o mundo", declarou Trump.

    Por sua vez, o líder norte-coreano, discursando na Academia Governamental de Ciências, frisou que seu país não vai passar por dificuldades mesmo que "os inimigos introduzam sanções de dez ou 100 anos".

    Ele acrescentou que graças à base econômica nacional independente, quadros científicos e técnicos e sua mente brilhante, a Coreia do Norte não será atingida por dificuldade alguma.

    Mais:

    Trump diz que EUA estão abertos para negociações com Coreia do Norte
    Para Trump já é tarde demais: Coreias pisam calcanhares dos EUA
    Presidente da Coreia do Sul se diz pronto para encontro com Kim 'nas condições certas'
    Tags:
    relações bilaterais, conflito, sanções, Donald Trump, Kim Jong-un, Coreia do Norte, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik