02:08 22 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    453
    Nos siga no

    Os Estados Unidos não têm planos de vender ou transferir mísseis antitanque TOW para a Ucrânia, disse à Sputnik o porta-voz do Departamento de Defesa dos EUA, Johnny Michael, nesta quarta-feira.

    Na terça-feira, a mídia local informou, citando o Estado-Maior das Forças Armadas da Ucrânia, que o Exército ucraniano espera receber mísseis antitanque TOW dos Estados Unidos este ano.

    "Não há planos para vendas militares estrangeiras ou transferências de [mísseis] TOW para a Ucrânia", disse Michael.

    No final de dezembro, a porta-voz do Departamento de Estado dos Estados Unidos, Heather Nauert, disse que os Estados Unidos planejaram prestar assistência militar à Ucrânia para que o país possa proteger sua integridade territorial, de forma puramente defensiva e sem violar os Acordos de Paz de Minsk.

    A mídia dos EUA citou funcionários para afirmar que os Estados Unidos planejavam vender armas letais para a Ucrânia, incluindo mísseis antitanque Javelin.

    A Rússia advertiu repetidamente contra o fornecimento de armas letais à Ucrânia, dizendo que tais ações agravariam o conflito na região oriental de Donbass. A posição da Rússia também foi apoiada por várias autoridades europeias.

    O TOW, que representa o míssil lançado por tubo, o rastreamento óptico e o míssil guiado por fio, é usado para derrotar armaduras e fortificações em longas distâncias, de acordo com o fabricante Raytheon.

    Mais:

    Destróier norte-americano armado com mísseis Tomahawk chega à Ucrânia
    Ucrânia 'ocupada' pela URSS, 'tem que devolver a metade do território atual à Rússia'
    Ucrânia acaba de testar seu novo sistema de mísseis com ogiva de meia tonelada (VÍDEO)
    Tags:
    mísseis TOW, mísseis antitanque, defesa, acordo de paz, Acordos de Minsk, armamentos, segurança, Johnny Michael, Heather Nauert, Estados Unidos, Donbass, Ucrânia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar