02:00 19 Janeiro 2018
Ouvir Rádio
    Nicolás Maduro, presidente de Venezuela

    Venezuela expulsa brasileiro acusado de conspirar com a CIA

    © REUTERS/ Miraflores Palace
    Américas
    URL curta
    26283

    O brasileiro Jonatan Moisés Diniz, detido na Venezuela desde o dia 27 de dezembro, foi expulso da Venezuela neste sábado (6). Ele foi acusado pelo governo de Nicolás Maduro de conspirar com a CIA.

    A expulsão de Diniz foi confirmada pelo ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes: "O incidente envolvendo o brasileiro Jonatan Moisés Diniz foi encerrado, com sua expulsão da Venezuela", escreveu o político em seu Twitter.

    O deputado governista Diosdado Cabello sugeriu em seu programa na televisão que o brasileiro fazia parte de uma ONG que, na verdade, era uma "organização criminosa com braços internacionais".

    Já a família de Diniz afirma que ele estava no país para realizar trabalho humanitário. Em sua conta nas redes sociais, ele pedia doações de alimentos e fez publicações com críticas a Maduro.

    O Itamaraty pressionava a Venezuela por informações sobre o paradeiro de Diniz e só conseguiu confirmar sua prisão e seu paradeiro na sexta-feira.

    Mais:

    Bruxo mexicano prediz 'magnicídio' no Brasil e Venezuela
    Começou a festa! Venezuela lança criptomoeda nacional garantida por petróleo
    Como Portugal deixou Venezuela sem pernil de porco no Natal
    Venezuela confirma prisão de brasileiro acusado de atividades contra Maduro
    EUA ampliam sanções contra a Venezuela
    Incêndio na Venezuela atinge uma das maiores refinarias de petróleo do mundo (VÍDEO)
    Criptomoeda da Venezuela lastreada em petróleo pode ser barril de pólvora
    Tags:
    Ministério das Relações Exteriores do Brasil, Nicolás Maduro, Diosdado Cabello, Aloysio Nunes, Brasil, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik