06:13 14 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Embaixada dos Estados Unidos na Venezuela, em 10 de março de 2015

    Washington pressiona Caracas para libertar cidadão dos EUA detido na Venezuela

    © AFP 2019 / FEDERICO PARRA
    Américas
    URL curta
    515
    Nos siga no

    O mais alto diplomata dos Estados Unidos na Venezuela se encontrou com o chanceler venezuelano, Jorge Arreaza, nesta quinta-feira, para discutir a possível soltura de um cidadão norte-americano que está preso há mais de um ano em uma prisão do país sul-americano.

    Em reunião que durou poucos minutos, Todd Robinson, encarregado de negócios na Embaixada dos EUA na Venezuela, teve uma conversa "franca" com o ministro das Relações exteriores venezuelano, segundo informou a missão americana em Caracas, destacando que Robinson pressionou Arreaza pela libertação de Joshua Holt, um jovem mórmon de 25 anos. 

    "Durante a sua franca reunião de 20 minutos, o encarregado Robinson pediu ao governo venezuelano que liberte o Sr. Joshua Holt, por motivos humanitários", disse a embaixada em comunicado.

    Holt foi detido pela inteligência venezuelana no final de junho de 2016, em sua residência, nos arredores de Caracas. Ele foi acusado de posse ilegal de armas, espionagem e de conspirar contra o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro. Segundo a AFP, a família do réu afirma que sua saúde vem se deteriorando devido às condições de encarceramento. 

    Mais:

    Brasil declara como persona non grata o representante diplomático da Venezuela no país
    Canadá 'dá o troco' e anuncia expulsão do embaixador da Venezuela
    Mercosul exige abertura política imediata na Venezuela
    Tags:
    Nicolás Maduro, Joshua Holt, Jorge Arreaza, Todd Robinson, Washington, Caracas, Venezuela, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar