21:57 22 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Polícia de Chicago afirmou ter descoberto dezenas de grupos secretos utilizados por traficantes

    Polícia americana descobre esquemas de tráfico de drogas e armas no Facebook

    © Foto : Pixabay
    Américas
    URL curta
    220

    A Polícia de Chicago afirmou nesta quinta-feira ter detido 50 pessoas suspeitas de usar grupos secretos no Facebook para traficar armas e drogas.

    Em coletiva de imprensa, o superintendente Eddie Johnson, responsável pelo caso, criticou inicialmente a falta de apoio da rede social ao longo da investigação, realizada durante dez meses. No entanto, mais tarde, segundo as autoridades, a empresa acabou concordando em ajudar a polícia. 

    "Francamente, eles não foram muito amigáveis com as forças de segurança para evitar essas coisas", disse ele, explicando que, só bem depois, o Facebook aceitou lutar contra "qualquer atividade ilegal na plataforma". 

    De acordo com a polícia, dezenas de grupos privados na rede estavam sendo usados para transações envolvendo armas e drogas. Além dos 50 presos nesta quinta-feira, outros 18 mandados foram emitidos. A maioria dos suspeitos já tem passagem pela polícia. 

    Em nota, segundo a Reuters, o Facebook disse que não permite "a venda de armas ou drogas na plataforma", e que trabalha com frequência com as autoridades e descreve como pode ser realizado um pedido oficial através do site. 

    Mais:

    Facebook vai exibir a identidade de anunciantes e mostrará dados em período de eleição
    Facebook é acusado de censurar posts de minoria que denuncia ataques do governo de Mianmar
    Por que Facebook eliminou novo idioma criado por inteligência artificial?
    Facebook quer construir cidade na Califórnia
    Tags:
    tráfico, armas, drogas, Facebook, EUA, Illinois, Chicago
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik