03:39 22 Fevereiro 2018
Ouvir Rádio
    Submarino argentino ARA San Juan

    Argentina demite chefe da Marinha depois do desaparecimento de submarino

    © AP Photo/ Marinha da Argentina
    Américas
    URL curta
    ARA San Juan: Argentina busca submarino perdido (47)
    2 0 0

    O governo argentino despediu o chefe da Marinha um mês após o desaparecimento de um submarino com 44 membros da tripulação a bordo, que sofreu uma explosão no Atlântico Sul e até agora não foi encontrado, disse um porta-voz oficial neste sábado.

    As autoridades já declararam como mortos os marinheiros depois de uma busca internacional desesperada para encontrá-los vivos em novembro, em meio a críticas de familiares da tripulação que sentiram que não estavam devidamente informados sobre a situação e que o navio estava em condições precárias.

    "A demissão foi decidida", disse um porta-voz do governo à Agência Reuters.

    De acordo com a mídia local, o Ministério da Defesa tomou a decisão na noite de sexta-feira.

    A tragédia desencadeou uma colossal operação internacional de busca e resgate envolvendo cerca de 4.000 pessoas e cerca de 30 aeronaves e navios da Argentina, Estados Unidos, Reino Unido, Brasil e Chile, entre outros países.

    A busca pelos restos mortais dos tripulantes está mantida, mas sem o equipamento necessário para resgatar pessoas vivas.

    Tema:
    ARA San Juan: Argentina busca submarino perdido (47)

    Mais:

    Argentina abandona busca por sobreviventes de submarino desaparecido
    TV argentina revela última mensagem recebida do submarino desaparecido (FOTO)
    Argentina: poderia o submarino San Juan ter sido atacado por um torpedo?
    Tags:
    desaparecimento, submarino, san juan, Marinha da Argentina, Argentina
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik