21:56 14 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Secretário de Comércio dos EUA, Wilbur Ross, vice-premiê da China, Wang Yang, e ministro de Comércio chinês, Zhong Shan, com as bandeiras nacionais em fundo, Pequim, 8 de novembro de 2017

    EUA lançam novo 'ataque comercial' contra China

    © REUTERS / Matthew Miller
    Américas
    URL curta
    5310
    Nos siga no

    O secretário de Comércio dos EUA, Wilbur Ross, lançou nesta terça-feira (29) uma investigação antidumping contra a China em relação à importação de painéis de alumínio de Pequim, informa o CNBC.

    Segundo o canal norte-americano CNBC, está sendo investigado um volume de painéis no valor de mais de 600 milhões de dólares.

    Ross assegura que existem provas de que os produtores chineses estão vendendo alumínio nos EUA a um preço inferior ao de mercado, e que o governo chinês lhes dá subsídios "injustos". Além disso, o secretário apontou que também há provas de que os produtores de alumínio norte-americanos "sofrem" devido a estas importações do país asiático.

    Além do mais, a investigação foi lançada com base nas declarações do presidente dos EUA, Donald Trump, que prometeu "impor vigorosamente" as leis comerciais dos EUA e ser mais rigoroso que os seus antecessores nesta questão.

    Por sua vez, o jornal The Financial Times qualificou este passo de Washington como um "novo ataque comercial" contra o país asiático e sublinhou que, pela primeira vez desde 1985, o Departamento de Comércio dos EUA está lançando uma investigação deste tipo sem um pedido formal da indústria.

    A mídia assegura que Washington decidiu adotar esta medida "temendo" que Pequim "esteja se preparando para as escaramuças iniciais de uma guerra comercial".

    Mais:

    Fim dos aviões furtivos? Novo satélite espião chinês não deixará chances a ninguém
    'Estamos indo para uma guerra se as coisas não mudarem', diz senador dos EUA
    Depois de concluir reforma tributária, Trump quer cortar programas sociais nos EUA
    Tags:
    indústria, investigação, guerra, ataque, comércio, alumínio
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar