03:34 13 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Glaciar Grey no Parque Nacional Torres del Paine, Chile

    Perigo à vista? Geleira do Chile perde parte 'considerável' (FOTOS)

    CC0 / myeviajes / Geleira Grey
    Américas
    URL curta
    0 21
    Nos siga no

    Uma parte considerável, cuja superfície abrange 130 km quadrados se separou da geleira chilena Grey.

    Os cientistas do Instituto Antártico Chileno (INACH), informaram sobre o desprendimento de uma parte "considerável" da geleira Grey, que se localiza no Parque Nacional Torres del Paine (na província da Última Esperança).

    Em particular, o evento ocorreu em uma área da frente da geleira, chamada de "língua leste". Além disso, destaca-se que o tamanho do iceberg é "maior do que o normal", comunicou o glaciologista do INACH, Ricardo Jaña.

    "Esta língua na área leste é uma área relativamente isolada. Tem uma frente bem regular, com cerca de 800 metros de largura, e se encontra perto de uma área rochosa conhecida como a 'ilha', onde se desprendeu o iceberg de aproximadamente 350 por 380 metros de tamanho", disse o cientista. 

    Entretanto, Jaña acrescentou que as recentes imagens tiradas mostram uma protuberância na frente da geleira, ou seja, uma zona onde não existe nenhum apoio em ambos os lados, e que se transformou, por esta razão, em uma área instável.

    ​Em sua opinião, isso poderia ter causado o desprendimento desse grande bloco na parte principal da geleira.

    Ao mesmo tempo, o INACH supõe que este iceberg pode se converter em obstáculo para os navios, especialmente se quebrar em pedaços menores.

    Mais:

    Iceberg maior do que Recife se separa da Antártida (FOTO)
    Roscosmos mostra imagem detalhada do iceberg 'recém-nascido' (FOTO)
    Gigantesco iceberg é arma inesperada do aquecimento global (FOTO)
    Novo iceberg surge na Antártida, quais serão as consequências?
    Tags:
    iceberg, glaciar, parque ambiental, gelo, navegação, navios, perigo, ameaça, Chile
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar