06:42 22 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Presidente dos EUA Donald Trump saúda seu homólogo chinês Xi Jinping em Mar-a-Lago, no estado da Flórida, em 6 de abril 2017

    Coreia do Norte é uma grande ameaça para a China, diz Trump após viagem à Ásia

    © REUTERS / Carlos Barria
    Américas
    URL curta
    1668

    O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, alertou nesta quarta-feira a Coreia do Norte que o mundo não tolerará o que ele chamou de "chantagem nuclear", e prometeu uma campanha internacional de "pressão máxima" sobre Pyongyang, inclusive pela China.

    "Deixei claro que não vamos permitir que essa ditadura distorcida mantenha o mundo refém da chantagem nuclear", disse Trump em uma declaração televisionada um dia depois de retornar de sua viagem de maratona para a Ásia.

    Trump disse que o líder chinês Xi Jinping prometeu usar a alavancagem econômica de Pequim sobre Pyongyang para alcançar a desnuclearização no Norte.

    "O presidente Xi reconhece que a Coreia do Norte é uma grande ameaça para a China", contou o líder dos EUA.

    Além da China, Trump exortou todos os países, incluindo a Rússia, a unirem esforços para desnuclearizar a Coreia do Norte.

    "Liguei para que todas as nações, incluindo a China e a Rússia, se unissem contra o isolamento do regime norte-coreano, cortando todos os laços comerciais até que o país interrompa sua perigosa provocação", disse Trump.

    "Nós temos que desnuclearizar a Coreia do Norte", continuou.

    As declarações de Trump acontecem depois de quase duas semanas de viagem para a Ásia.

    A situação na Península da Coreia ficou mais tensa nos últimos meses, depois que Pyongyang realizou diversos testes de mísseis balísticos e nucleares em violação das resoluções do Conselho de Segurança da ONU.

    Em setembro, o conselho adotou sua resolução mais dura contra a Coreia do Norte, restringindo as exportações de petróleo, bem como o acesso do país aos líquidos de gás e proibindo a importação de produtos têxteis da nação asiática.

    Mais:

    Trump e Xi Jinping concordam em maximizar pressão sobre Coreia do Norte
    Coreia do Norte declara 'sentença de morte' a Donald Trump
    Pyongyang: 3 porta-aviões perto da Coreia do Norte são uma ameaça de guerra nuclear
    Ex-militar: 'sem defesa', Londres pode ser bombardeada pela Coreia do Norte em 18 meses
    Tags:
    diplomacia, sanções, guerra, icbm, mísseis balísticos intercontinentais, programa nuclear, desnuclearização, Conselho de Segurança da ONU, Xi Jinping, Donald Trump, Península da Coreia, Rússia, Coreia do Norte, China, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar