04:29 20 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Protesto pela independência da Catalunha, em Barcelona, dia 11 de novembro de 2017

    750 mil vão às ruas da Catalunha pedir liberdade de políticos pró-independência presos

    © REUTERS / Albert Gea
    Américas
    URL curta
    686
    Nos siga no

    Centenas de milhares de catalães foram às ruas neste sábado (11) pedir a liberdade de líderes políticos locais que foram presos por sua campanha pela independência da região autônoma da Espanha.

    A marcha ocorre um dia depois da presidente do Parlamento local, Carme Forcadell, e outra dezena de políticos destituídos por Madri por meio de um mecanismo institucional, pagaram fiança e deixarem a cadeia. Segundo a polícia municipal, 750 mil pessoas participaram do protesto. 

    A crise na Catalunha causa preocupação em uma União Europeia já tensa com a saída do Reino Unido do bloco. Cerca de 2.400 já deixaram a região autônoma da Espanha.

    Na quarta-feira, uma greve convocada por sindicatos favoráveis à independência criou caos ao bloquear 60 estradas e linhas de trem que ligam a Espanha à França.

    O Parlamento da Catalunha declarou a independência da região em 27 de outubro após realizar um referendo. Madri, entretanto, não reconhece a legitimidade da medida e cassou uma série de políticos locais, inclusive o então presidente regional Carles Puigdemont, e convocou novas eleições para 21 de dezembro.

    Puigdemont está em um exílio auto-imposto na Bélgica aguardando uma audiência sobre sua possível extradição à Espanha após um mandato de prisão ser emitido pela União Europeia.

    "A situação é triste, os políticos não fizeram seu trabalho", disse Robert Muni à agência AFP.

    Mais:

    Tribunal Constitucional espanhol declara ilegalidade da independência da Catalunha
    Presidente destituído da Catalunha se entrega à polícia
    Espanha emite mandado de prisão internacional para presidente destituído da Catalunha
    Presidente deposto da Catalunha chama prisão de ex-ministros de 'grave erro'
    Espanha prende 8 ministros pró-independência da Catalunha (VÍDEO)
    Quase 2 mil empresas abandonam a Catalunha em meio a crise
    Procurador espanhol solicita ordem de prisão contra ex-líderes da Catalunha
    Portugal não acredita que possam ocorrer fraturas na Europa devido à Catalunha
    Ministro do Exterior ucraniano imagina 'tanques russos' na Catalunha
    Tags:
    Carme Forcadell, Carles Puigdemont, Catalunha, Espanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar