04:46 22 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Estúdio do canal russo RT

    EUA exigem registro do RT como agente estrangeiro até 13 de novembro

    © Sputnik / Mikhail Voskresensky
    Américas
    URL curta
    Twitter restringe atividade da Sputnik (17)
    436
    Nos siga no

    O pedido surge em meio à pressão crescente sobre a mídia russa nos EUA depois da assim chamada investigação russa.

    O RT América anunciou que o Departamento de Justiça norte-americano exigiu que o registro do canal seja feito de acordo com o Ato do Registro de Agentes Estrangeiros até 13 de novembro.

    De acordo com o RT, se a Rússia não cumprir a demanda, as contas do canal podem ser apreendidas nos EUA, que, para a editora-chefe do canal russo, Margarita Simonyan, não passa de "canibalismo".

    Anteriormente, foi solicitado ao RT para se registrar conforme o Ato de Registro de Agentes Estrangeiros em setembro, fazendo com que Moscou avise a Washington sobre a possibilidade de aplicação de medidas recíprocas em relação à mídia norte-americana na Rússia.

    Este pedido dos EUA surgiu algumas horas depois de Adam Schiff, membro do Comitê de Inteligência da Câmara dos Representantes, declarar na quinta-feira (9) que essa era "uma questão difícil" se o RT deve ou não poder publicar seu material, o que foi descrito por Simonyan como medida "em nome da liberdade de expressão".

    Ao longo das últimas semanas, o Twitter decidiu bloquear a publicidade de todos os perfis do RT e Sputnik, apoiando-se na sua própria investigação das presidenciais em 2016 nos EUA e obrigando Moscou a se referir a tal medida como "outro passo agressivo" em relação à mídia russa nos EUA.

    Enquanto a assessoria de imprensa da Sputnik declarou que a agência nunca pagou pela publicidade no Twitter, o RT revelou como o Twitter incentivou a gastar muito em publicidade durante a campanha das eleições presidenciais, sendo a proposta rejeitada pelo canal.

    Mais recentemente, o Senado norte-americano organizou audições com gigantes norte-americanos, onde os diretores-executivos do Google e Twitter declararam que não encontraram violações do RT em suas plataformas.

    Tema:
    Twitter restringe atividade da Sputnik (17)

    Mais:

    Moscou: proibição do Twitter a Sputnik e RT reflete sua dependência a autoridades dos EUA
    Aquela pitada de loucura deixa tudo com sabor antirrusso
    Senadores: mídia russa tem motivos para pedir indenização ao Twitter pelos lucros perdidos
    Tags:
    restrição, imprensa, mídia, liberdade de expressão, RT America, RT, Margarita Simonyan
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar