12:11 21 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Uma mulher que está buscando asilo tem suas impressões digitais tomadas por um oficial de fronteira dos EUA.

    Temendo Trump, refugiados aos milhares cruzam ilegalmente fronteira com o Canadá

    © REUTERS/ Carlos Barria
    Américas
    URL curta
    0 33

    Pelo menos 15 mil pessoas cruzaram ilegalmente a fronteira EUA-Canadá em 2017, pedindo status de refugiado no Canadá. Eles afirmam que estão vivendo com medo de serem deportados de volta ao seu país de origem pela administração do presidente dos EUA, Donald Trump.

    O número de imigrantes que atravessam a fronteira da região de Quebec/Nova York é tão alto que militares canadenses estabeleceram uma tenda em Quebec, um movimento que foi altamente criticado por grupos anti-imigrantes no país do norte, informou o Global News.

    Os tribunais de refugiados e as agências governamentais canadenses responsáveis ​​pela avaliação dos pedidos de asilo se tornaram cada vez mais simpáticos com as pessoas que fogem dos EUA após a ascensão de Trump à presidência dos EUA.

    De acordo com os números do Comitê Canadense de Imigração e Refúgios, 408 dos 592 pedidos de asilo dos que cruzaram ilegalmente a fronteira entre março e setembro foram aprovados. A taxa de aceitação de 69% é maior do que qualquer outro método que as pessoas usaram para ganhar entrada no país desde 2016.

    Um membro do tribunal, que supervisiona um caso de asilo envolvendo um refugiado sírio e sua filha, citou os motivos dos requerentes de asilo para deixar os EUA como razoáveis, dizendo:

    "Certamente, isso parece estar acontecendo como se temia e hoje nas notícias eu vi que o presidente Trump suspendeu o programa de refugiados sírios".

    A detenção de uma iraquiana em um aeroporto dos EUA também gerou um pedido de status de refugiada no Canadá. A mulher alegou vários incidentes racistas documentados durante o período na escola até a vida adulta. O Comitê considerou que eram razões credíveis para concessão de refúgio.

    Tags:
    Comitê Canadense de Imigração e Refúgios, Global News, Donald Trump, Quebec, Estados Unidos, Nova York, Canadá
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik