12:11 23 Janeiro 2018
Ouvir Rádio
    Exército dos EUA

    Assessor de Trump: ataque dos EUA contra Coreia do Norte está sob 'refinamento constante'

    © AP Photo/ Mindaugas Kulbis
    Américas
    URL curta
    1486

    Os planos militares dos Estados Unidos para uma eventual intervenção militar contra a Coreia do Norte estão sendo constantemente refinados, segundo informou o principal assessor de segurança do presidente Donald Trump.

    Em entrevista concedida neste domingo ao canal Fox News, o conselheiro de segurança nacional H. R. McMaster observou que as opções militares são discutidas e melhoradas à medida que crescem as tensões entre Washington e Pyongyang.

    "Nossas forças militares estão ficando cada vez mais fortes e nossos líderes militares estão refinando, melhorando os planos, todos os dias", disse McMaster. "Planos que esperamos não ter que usar, mas devemos estar prontos".

    O conselheiro de Trump ainda defendeu a postura do republicano, que mantém há semanas uma retórica agressiva contra o governo norte-coreano, que por sua vez disse seguidas vezes ter condições de atacar e causar danos aos Estados Unidos.

    "O presidente foi muito claro sobre isso. Ele não vai permitir que esse regime desonesto, de Kim Jong-un, ameace os Estados Unidos com uma arma nuclear", disse ele, referindo-se ao líder norte-coreano. "Então ele vai fazer qualquer coisa necessária para evitar que isso aconteça".

    Trump usou a tribuna da ONU para ameaçar "destruir totalmente" a Coreia do Norte, dias após o mais recentes testes de mísseis balísticos e testes nucleares do país asiático neste ano.

    Já Pyongyang afirma que está desenvolvendo uma capacidade bélica para atacar o continente americano com uma arma nuclear, como uma forma de responder à hostilidade estadunidense.

    "Todas as nossas forças armadas estão chegando a um alto grau de preparação para esta missão, se for necessário", concluiu McMaster

    Mais:

    Ações dos EUA 'forçaram' Pyongyang a criar bomba de hidrogênio, diz Coreia do Norte
    Especialista: Coreia do Norte mostrará sua força em resposta às manobras norte-americanas
    Preparação para guerra: EUA e Coreia do Sul iniciam exercícios na península da Coreia
    Bateu, levou: Austrália reage às ameaças da Coreia do Norte e promete não ceder
    Tags:
    programa nuclear, segurança, defesa, retaliação, guerra, guerra nuclear, Pentágono, Kim Jong-un, Donald Trump, H.R. McMaster, Coreia do Norte, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik