08:29 17 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    O presidente dos EUA, Donald Trump, fala ao lado do secretário de Estado, Rex Tillerson, durante uma reunião bilateral com o presidente da China, Xi Jinping, na propriedade de Trump, Mar-a-Lago, em Palm Beach, Flórida.

    Imprensa: Casa Branca e Departamento de Estado estão em pé de guerra

    © REUTERS / Carlos Barria
    Américas
    URL curta
    434

    As relações entre o secretário de Estado, Rex Tillerson, e o presidente dos EUA, Donald Trump, estão em péssimo estado, informou CNN nesta sexta-feira, citando fontes no governo executivo dos EUA.

    A emissora destacou que, na opinião de muitos funcionários da administração norte-americana, os dias de Tillerson na chefia da política externa dos Estados Unidos estariam praticamente contados.

    "Mais de dez fontes na administração e nos círculos diplomáticos descrevem que as relações entre Tillerson e Trump estão vivendo o seu ponto mais baixo", informou a CNN.

    Segundo os dados da TV, o secretário de Estado e o presidente não conseguiram formar um relacionamento de confiança, ao contrário de outros membros do gabinete de Donald Trump.

    Além disso, segundo a emissora, o secretário de Estado havia dito aos amigos que pretendia permanecer no seu cargo por "no mínimo dois anos". No entanto, em função da irritação com as ações do presidente, Tillerson agora estaria pronto para deixar a pasta bem antes.

    Não é a primeira vez que a imprensa noticia tensões entre a Casa Branca e o Departamento de Estado. Até o momento, porém, Trump tem garantido, pelo menos em público, confiar completamente na gestão da política externa de Rex Tillerson.

    Mais:

    Sobre rumo dos EUA nas relações com Pyongyang e Teerã: 'reina caos' na equipe de Trump
    Mídia: Trump está descontente com Rex Tillerson
    Tillerson declarou que não pretende deixar o cargo de secretário de Estado
    Tags:
    política externa, imprensa, conflito, Donald Trump, Rex Tillerson, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar