11:47 18 Novembro 2017
Ouvir Rádio
    Imagem do Grant Park, em Chicago, onde foi realizada a edição 2017 do festival Lollapalooza

    Atirador de Las Vegas poderia ter atacado público do Lollapalooza, diz mídia dos EUA

    © AP Photo/ Rob Grabowski/Invision
    Américas
    URL curta
    148010

    O homem responsável pelo tiroteio mais mortal na história dos Estados Unidos, que aconteceu em Las Vegas no domingo à noite, também pesquisou locais em Boston e Chicago, informou a mídia norte-americana nesta quinta-feira, citando autoridades norte-americanas.

    A polícia de Chicago está investigando se Stephen Paddock, de 64 anos de idade, reservou um quarto de hotel com vista para o festival de música Lollapalooza, realizado no início de agosto, informou a NBC News.

    "Estamos cientes desses artigos da imprensa e estamos em comunicação com nossos parceiros federais", disse Anthony Guglielmi, porta-voz da polícia de Chicago.

    De acordo com o USA Today, que cita fontes policiais, Paddock reservou um primeiro quarto no Blackstone Hotel para o dia 1º de agosto, dois dias antes da abertura do festival, e depois um segundo quarto no mesmo estabelecimento, em 3 de agosto.

    A reserva desses dois quartos teve validade até o dia 6 de agosto, data de encerramento do festival, que atraiu dezenas de milhares de espectadores ao evento instalado no Grant Park, e que incluía os grupos Arcade Fire e Muse e a cantora Lorde.

    Não está claro até o momento se Paddock usou os dois quartos ou se ele estava presente em Chicago durante o festival, acrescentou o USA Today.

    Por outro lado, nenhuma evidência foi encontrada ainda de que o atirador reservou alojamento ou viajou para Boston.

    Na quarta-feira, o xerife do condado de Clark, Joe Lombardo, disse que o Paddock alugou um quarto no hotel Ogden com vista para um festival de música alternativa realizado em Las Vegas no final de setembro.

    No domingo à noite, Paddock abriu fogo em um festival de música country de seu quarto no 32º andar do Mandalay Bay Resort and Casino, matando 59 pessoas e ferindo mais de 500 outras.

    Mais:

    Namorada do atirador de Las Vegas: "ele era bom, carinhoso e tranquilo'
    Por que o tiroteio em Las Vegas não irá alterar a legislação sobre armas nos EUA?
    Especialista sobre massacre em Las Vegas: norte-americanos estão em constante perigo
    Tags:
    atentado, atirador, violência, massacre, ataque, terrorismo, Lollapalooza, Stephen Paddock, Boston, Chicago, Estados Unidos, Las Vegas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik