02:07 24 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Che Guevara

    Presidente da Bolívia anuncia atos para recordar 50 anos da morte do Che Guevara

    CC0 / Alberto Korda / Guerrillero Heroico
    Américas
    URL curta
    1472346

    O presidente boliviano, Evo Morales, anunciou nesta segunda-feira uma série de atos no dia 9 de outubro, em homenagem ao guerrilheiro argentino Ernesto "Che" Guevara, figura importante da Revolução Cubana e que foi assassinado há 50 anos na Bolívia.

    "Pedimos a participação no evento central neste 9 de outubro em Vallegrande (departamento de Santa Cruz, leste), é importante lembrar a história # 50AñosComoElChe", escreveu Morales em sua conta no Twitter.

    O presidente boliviano também disse que o país receberá a "visita de altas autoridades, parentes do Che e muitos movimentos sociais que virão de diferentes países da região".

    Da mesma forma, o presidente lembrou que a luta da humanidade tem sido dos povos "contra impérios que querem nos dominar, então Che lutou", acrescentou.

    De acordo com os organizadores, na próxima quinta-feira será realizada em Vallegrande a primeira noite artística em homenagem à guerrilha, que também estabelecerá a primeira mesa de reflexão sobre o pensamento guevarista.

    Ernesto Che Guevara
    © Foto: Cortesía de la Embajada de la República de Cuba en Rusia

    O vice-presidente de Cuba, Miguel Mario Díaz-Canel Bermúdez, ex-combatentes da guerrilha cubana e delegados de movimentos sociais da Argentina, Brasil e Peru, entre outros participantes, deverão desembarcar no país no dia 9 de outubro.

    Em novembro de 1966, Guevara iniciou um movimento de guerrilha na selva de Ñancahuazu, no sudeste da Bolívia, com o objetivo de ampliar a luta armada na América do Sul na busca de seus ideais socialistas.

    Em 9 de outubro de 1967, ele foi assassinado na província de Vallegrande por um efetivo das Forças Armadas da Bolívia, um dia depois de ter sido ferido e capturado.

    Capa do jornal argentino Clarín, de 10 de outubro de 1967, anuncia a morte de Ernesto Che Guevara
    Capa do jornal argentino Clarín, de 10 de outubro de 1967, anuncia a morte de Ernesto "Che" Guevara

    Mais:

    Jornal faz campanha para 'se livrar' de estátua de Che Guevara na Argentina
    Vida e morte de Che Guevara aos olhos do irmão mais novo (EXCLUSIVO)
    Che Guevara foi enviado por Cuba para morrer na Bolívia, diz general que o capturou
    Tags:
    homenagem, luta armada, socialismo, Revolução Cubana, Evo Morales, Che Guevara, Cuba, Bolívia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik